sexta-feira, 18 de agosto de 2017

O ADVOGADO QUE VIROU MÉDICO


Nascido numa família de poucos recursos, seu sonho era estudar Medicina. Passou a adolescência numa sucessão de emprego e desemprego. Somente aos 22 anos conseguiu concluir o ensino médio. A formação veio junto com o curso técnico em Radiologia. Por se tratar de atividade com jornada reduzida, ele melhorou a renda e passou a ter mais tempo para estudar.

Mas as horas disponíveis para os estudos ainda não bastavam para frequentar uma faculdade de Medicina. Então, apesar da nota lhe permitir tal ingresso, decidiu matricular-se no curso de Direito. Quando se formou, já tinha família constituída.
Antes de ingressar na advocacia, cumpriu o restante do tempo para a aposentadoria especial como radiologista. Assim, quando se tornou, digamos, um jovem senhor, passou a atuar em causas jurídicas de sucesso.

Mas os sonhos são teimosos, né?! Às vezes desistimos deles. Mas eles não desistem de nós. E eis que seus dois filhos decidiram fazer o vestibular para Medicina. Para animá-los, o jovem senhor, já realizado quanto às rendas e ao patrimônio, decidiu estudar junto com eles.

Agora a família conta com um pai pediatra, um filho cardiologista e uma filha geriatra. E planejaram: o pai cuidará dos netos (quando chegarem); a filha cuidará do pai, que já não é um senhor tão jovem, e o filho cuidará do coração de todos.

José Roberto Lima - Hoje em Dia

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: