sábado, 1 de julho de 2017

COMUNICADO JUSTIÇA BRASILEIRA

A PARTIR DE 01 DE JULHO DE 2017, TÃO SOMENTE SERÃO LEVADAS EM CONSIDERAÇÃO, PARA INÍCIO DE ANÁLISE, DENÚNCIAS DE PROPINAS, DESDE QUE ACOMPANHADAS DE RECEBO ASSINADO PELO CORRUPTOR PASSIVO, COM FIRMA RECONHECIDA EM CARTÓRIO, TAMBÉM ASSINADO POR DUAS TESTEMUNHAS IDÔNEAS COM FIRMAS DEVIDAMENTE RECONHECIDAS, COM TODA A DOCUMENTAÇÃO EM DOZE VIAS, OBRIGATORIAMENTE EM PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA CORRUPTORA ATIVA. AS DENÚNCIAS, NECESSARIAMENTE DEVERÃO SER ACOMPANHADAS POR FILMAGENS EM 3D E GRAVAÇÕES COM LAUDOS TÉCNICOS DO PERITO MOLINA. SOMENTE SERÃO ACEITAS DENÚNCIAS DE PROPINAS FEITAS COM PAGAMENTOS EM CHEQUES NOMINAIS. DENÚNCIAS ACOMPANHADAS DE CONFISSÃO POR ESCRITO DO CORRUPTOR PASSIVO, PODERÁ SER OBJETO DE MAIOR ATENÇÃO, DESDE QUE CORROBORADA POR 3 (TRÊS) TESTEMUNHAS, DEVIDAMENTE IDENTIFICADA. TUDO REGISTRADO EM CARTÓRIO. 
O PRAZO PARA INÍCIO DAS INVESTIGAÇÕES SERÁ DE 120 MESES E CASO O INVESTIGADO SEJA PUNIDO COM USO DE TORNOZELEIRA ELETRÔNICA, O EQUIPAMENTO E TODAS AS CUSTAS DO PROCESSO SERÁ DO DENUNCIANTE.

Brasília, 30 de junho de 2017

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: