sexta-feira, 10 de março de 2017

RETRATO ATUAL E REAL DE ITAJUBÁ


“Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende, e não há sucesso no que não se gerencia.” 

W. E. Deming

Graças a um colaborador do Blog Viver é Perigoso tivemos acesso ao importante trabalho, realizado pelo Núcleo de Pesquisa de Dinâmicas Empreendedoras da Universidade Federal de Itajubá, "Indicadores de Referência de Bem-Estar do Município de Itajubá", coordenado pelo Professor Dr. Elzo Alves Aranha.
Trabalho realizado com o desafio de investigar, gerar conhecimento e propor novos modelos de cidade, empreendedora, criativa, inovadora, inteligente e sustentável.

O Núcleo de Pesquisa de Dinâmicas Empreendedoras da Universidade Federal de Itajubá (NPDE/UNIFEI), com o apoio da Rede Nossa São Paulo, realizou a pesquisa de percepções inédita com o objetivo de construir os Indicadores de Referência de Bem-Estar do Município de Itajubá – IRBEM, referentes ao ano de 2016.
O relatório tem o objetivo de apresentar os resultados da pesquisa diagnóstica realizada no período de julho a novembro de 2016 por meio de instrumento de questionário. Em seguida, os resultados foram apresentados à comunidade itajubense para reflexão, discussão e coleta de dados qualitativa no 1º Workshop do Projeto IRBEM Itajubá 2016, em dezembro de 2016. 
O conhecimento gerado neste relatório poderá ser utilizado pelos formuladores de políticas públicas, legisladores, instituições governamentais, não-governamentais e educacionais (educação infantil, fundamental, média e superior), associações empresariais, de classe e filantrópicas, fundações, diretórios e associações estudantis, business startups, entre outras instituições, para múltiplas finalidades.

A consulta pública foi realizada no período de 13 de julho a 23 de novembro de 2016, com a participação de 380 pessoas com idade superior a 16 anos, que contribuíram para a construção da primeira base de indicadores de 26 áreas da cidade de Itajubá. A pesquisa ocorreu por meio de questionários, aplicados à população de diversos bairros da cidade (57 bairros), e englobando pessoas com poder aquisitivo, trabalho, escolaridade e tempo de moradia em Itajubá. O questionário é composto de diversas questões, envolvendo 26 temas. O respondente atribui a sua percepção a cada uma das áreas utilizando uma escala de 1 a 10. A margem de erro estimada da pesquisa realizada é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança estimado em 95%.

Os resultados da pesquisa integram pela primeira vez no município de Itajubá, uma base de dados de indicadores de bem-estar. O levantamento dos Indicadores de Bem-Estar do Município (IRBEM) de Itajubá, referentes ao ano de 2016 contribui em diversas direções. Destacaremos aqui somente três contribuições. 

Primeiro, contribui para a construção do banco de dados de indicadores de referência de bem-estar do município de Itajubá. Particularmente, sendo um banco de dados construído sob a ótica dos moradores da cidade de Itajubá, permite revelar as potencialidades e fragilidades pela percepção dos moradores do município nas mais diversas áreas. 

Segundo, contribui para estabelecer um conjunto de métricas que permitem comparar, avaliar, analisar e aprender a partir dos resultados obtidos, e ao longo do tempo e espaços do município. 

Por fim, contribui para fomentar o surgimento de novos sistemas e ferramentas de comunicação, por meio de indicadores de referência de bem-estar entre os cidadãos que residem na cidade.

Nossos cumprimentos e agradecimentos às instituições e empresas pelo apoio na coleta de dados do Projeto IRBEM Itajubá 2016: 

B2ML Sistemas - Escola de Enfermagem Wenceslau Braz - Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do Sul de Minas - Frigorífico Vale do Sapucaí Ltda - Lojas Cem - Mercadinho Padre Nicolau - Sisvôo Sistemas Eletrônicos Ltda - Supermercados Alvorada - Supermercados Bretas - Supermercado Pilar - Universidade Federal de Itajubá

(retirado da própria apresentação do trabalho)

O Blog tomará a liberdade de apresentar no decorrer dos dias os resultados obtidos, iniciando, iniciando, por ser um assunto atual e muito discutido, a Seção 24 -Transparência e Participação Política.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: