quinta-feira, 2 de março de 2017

MEDIDA BURRA


No dia 23 de janeiro de 2013, a presidente Dilma Rousseff fez um pronunciamento em cadeia nacional para anunciar a prometida redução nas contas de luz em todas as regiões do País. Ela apresentou a medida como sendo o final feliz de sua política para o setor elétrico.

Proximamente o consumidor sentirá na pele mais uma consequência da desastrada política de Dilma Rousseff. 

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou o pagamento na conta de luz de indenizações às transmissoras de energia elétrica, no valor de R$ 62,2 bilhões. O valor exato do reajuste, que vigorará a partir do mês de julho, ainda é desconhecido. O prazo, no entanto, já é conhecido. A cobrança da indenização na conta de luz durará pelos próximos oito anos.

Até 2025 o consumidor lembrará todo o mês da manobra eleitoreira de Dilma Rousseff na conta de luz.

Deu no Estadão.

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: