sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

PRÁ PENSAR


O Supremo Tribunal Federal decidiu, em julgamento encerrado nesta quinta-feira, que qualquer brasileiro preso em cadeias degradantes faz jus a indenização do Estado. Justo, muito justo, justíssimo. De todos os imutáveis flagelos brasileiros o flagelo do sistema penitenciário é um dos mais nefastos. Mas não é o único. Se a Suprema Corte avalia que presos maltratados merecem reparação, o que dizer dos brasileiros submetidos a padecimentos hediondos nas filas e nas macas de hospitais públicos? 

Josias de Souza

Blog: E agora José ?

Viver é Perigoso

2 comentários:

Alaor Vieira disse...

Riera

Parece até que este "E agora José" com aspas , o que o tal de Moraes não sabe o que significa , é comigo mesmo .
Está ficando difícil resistir as filhas que querem me ver morando nas Europa .
Vou tentando me enganar , dando mais um tempo , acreditando em milagres .
Abraços

Alaor

Edson Riera disse...

Alaor,

Tenho pensado o mesmo e conversado com a Sônia. Não em termos de Europa onde já vivem suas filhas. Não tem outro jeito. Viverei sempre indignado com esse descalabro que se tornou o Brasil. Nem música de qualidade fazem mais. Talvez, quanto menos souber do que está acontecendo, melhor seria.
Tipo assim, com perdão da palavra, um Alzheimer controlado.
Caos aqui, ali e acolá.
Na Europa, no caso, Madrid ou Barcelona, os questionamentos locais serão parecidos. Mas em lá estando poderíamos murmurar: - Não é comigo.

Abraço,

Riera