terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

MOÇA EXCEPCIONALMENTE BONITA


Rack, já lá vão 25 anos que você, bem mocinha bonita, deixou esses claros versos do Ivan Lins e do Vitor Martins na minha agenda de trabalho. Numa reunião a abri e me vi em dificuldade para segurar as lágrimas. Devolvo hoje, data importante para todos nós, a mesma dificuldade. Ao abrir o seu computador perante os seus alunos em São Paulo. atente para uma das ultimas carteiras da sala. Eu estarei ali.

Perdoem a cara amarrada,
Perdoem a falta de abraço,
Perdoem a falta de espaço,
Os dias eram assim...

Perdoem por tantos perigos,
Perdoem a falta de abrigo,
Perdoem a falta de amigos,
Os dias eram assim...

Perdoem a falta de folhas,
Perdoem a falta de ar
Perdoem a falta de escolha,
Os dias eram assim...

E quando passarem a limpo,
E quando cortarem os laços,
E quando soltarem os cintos,
Façam a festa por mim...

E quando lavarem a mágoa,
E quando lavarem a alma
E quando lavarem a água,
Lavem os olhos por mim...

Quando brotarem as flores,
Quando crescerem as matas,
Quando colherem os frutos,
Digam o gosto pra mim...

Ivan Lins/Victor Martins

Enviado pela Rack, 20 anos antes do Viver é Perigoso

Nenhum comentário: