terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

E VOCÊS ESTÃO ESPERANDO O QUÊ ?


A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, defendeu nesta terça-feira (14) o princípio da publicidade total na vida pública. 

"Não existe República possível se as coisas não estiverem escancaradas. Todos já viram que a minha sala hoje é filmada, o que eu escrevo, como escrevo. E eu sei que estou no cargo. Se não quero participar, não devia, como disse Sócrates, sequer ter o empenho de sair de casa. Quem cuida das coisas da cidade, dá-se a público inteiramente. O princípio da publicidade na vida pública em todos os Poderes está claro na Constituição.
A vida em público, em uma república, se faz em público. Desde o dia 5 de outubro de 1988, está no artigo 37 da Constituição que a administração pública direta e indireta, de qualquer dos poderes da União, dos estados, do Distrito e Federal e dos municípios, obedecerá aos princípios da legalidade, da moralidade e da publicidade. Não precisava nem dessa Lei de Transparência."

Ministra Cármen Lúcia

Viver é Perigoso

4 comentários:

Remy andrade disse...

Publicidade Dona Carmen, No seu nariz !!!

Edson Riera disse...

Remy,

Totalmente surreal.

Abraço,

Edson

Remy andrade disse...

Que o Kim Jong-un das alterosas não é afeito à questionamentos já era de amplo
conhecimento.

Sua educação agora se comprova fina camada de verniz que uma vez levemente riscada
mostra o que há por trás.

Lado bom da estória : a divulgação , alcance e repercussão do vídeo do Chico , abre caminho nas redes sociais para respostas muito eficientes aos disparates e calúnias disferidos em sua ampla grade nas rádios locais. Modelo de resposta a ser copiado.

Vivemos outras épocas . Impossível silenciar quem deseja se expressar. Nosso pequeno Kim Jung-un governa em época , local e para o povo errado.

Abraços,




Edson Riera disse...

Remy,

Pegou muito mal. Uma deselegância, para ser gentil, para com O Chico e todos os vereadores.

Com tantos questionamentos acontecendo esses rompantes acontecerão sempre.

Melhor seria não se apresentar ao vivo. Ou o ouvinte se chateia ou não acredita.

Abraço,

Edson