domingo, 12 de fevereiro de 2017

ALIVIANDO A BARRA



Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, aliviando a barra do Lula, declarou:

- Nenhum presidente tem como saber de tudo que acontece na administração pública. 

O blog, aliviando a barra de muita gente, por esse Brasil afora, declarou:

- Nenhum prefeito tem como saber de tudo que acontece na administração pública.

Viver é Perigoso

5 comentários:

Remy andrade disse...

Caro Edson

Quem delega retém a responsabilidade e o controle global. Delega-se a tarefa,
nunca a responsabilidade .

Concordo ,portanto, que o presidente, governador, prefeito, etc não tenham a obrigação
de tudo conhecer , mas que respondem por tudo, sem dúvida respondem.

Cabe aos dirigentes à escolha de seus auxiliares . Infelizmente, na política,
compromissos e apoios de campanha geram obrigações e dívidas que acabam
"presentando" à população com nomes ou sem competência para as pastas indicadas ou
sem idoneidade para qualquer função pública. Recentemente vimos em uma aldeia muito distante aos olhos de muitos , um secretário de educação sem qualquer conhecimento do métier . Na mesma aldeia, ainda importam-se dirigentes de nomes e origens desconhecidas . Como não imputar culpa a quem os nomeia ?

Como você disse perfeitamente em outra postagem, "a política é outro nível".

Grande abraço,

Edson Riera disse...

Remy,

Como sempre diz um famoso político de São Bernardo do Campo : Eu não sabia de nada. Nunca soube de nada. Tudo não passa de intrigas.

Bom domingo.

Abraço

Edson

Remy andrade disse...

Um bom domingo a você e sua família Edson.

Finalizando o assunto, domingo me trouxe a mente a palavra futebol, que por sua
vez puxou o seu flamengo, o time de 81 e seu treinador Cláudio Coutinho, morto em
mergulho nas ilhas cagarras semanas antes da conquista de Tóquio.

Tinha ele dois conceitos muito falados na ocasião : Polivalência e Overlapping .

Talvez venha da polivalência a incrível capacidade de adaptação a qualquer função,
desde que bem remunerada , dos políticos locais às oportunidades a eles ofertadas
pelo grande dirigente.

Como pode uma pessoa ser ótima em diversas áreas de atuação tão distintas entre si ?
Terá Claúdio Coutinho influenciado esta geração de novos políticos velhacos ?

Desculpe-me, mas como vascaíno , muito sofrido na infância com os couros repetidamente causados por Zico e companhia , vou manter-me cético e lembra-lhe do pato, não o povo,
mas o animal : Anda, nada e voa - mas o faz precariamente e de modo desengonçado.

Polivalência para mim só a do seu Flamengo de 81 . Política de fato é outro nível, bem mais
baixo : um bando de patos.

Um abraço, ótimo domingo !



Remy andrade disse...

Um bom domingo a você e sua família Edson.

Finalizando o assunto, domingo me trouxe a mente a palavra futebol, que por sua
vez puxou o seu flamengo, o time de 81 e seu treinador Cláudio Coutinho, morto em
mergulho nas ilhas cagarras semanas antes da conquista de Tóquio.

Tinha ele dois conceitos muito falados na ocasião : Polivalência e Overlapping .

Talvez venha da polivalência a incrível capacidade de adaptação a qualquer função,
desde que bem remunerada , dos políticos locais às oportunidades a eles ofertadas
pelo grande dirigente.

Como pode uma pessoa ser ótima em diversas áreas de atuação tão distintas entre si ?
Terá Claúdio Coutinho influenciado esta geração de novos políticos velhacos ?

Desculpe-me, mas como vascaíno , muito sofrido na infância com os couros repetidamente causados por Zico e companhia , vou manter-me cético e lembra-lhe do pato, não o povo,
mas o animal : Anda, nada e voa - mas o faz precariamente e de modo desengonçado.

Polivalência para mim só a do seu Flamengo de 81 . Política de fato é outro nível, bem mais
baixo : um bando de patos.

Um abraço, ótimo domingo !



Edson Riera disse...

Remy,

Um lado da minha família sempre foi flamenguista. Outro lado sempre foi Vasco, também não sei a razão. Meu Avô Jayme Riera torcia para o Bangu, talvez pelas cores da camisa. Acontecendo uma final de campeonato entre o Flamengo e o Vasco, ganhando o Vasco, os foguetes não serão soltados na Boa Vista.
Quando aos voos, a galinha também voa. Um voo curto.

Abraço

Edson.