terça-feira, 29 de novembro de 2016

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES

Deu no Diário do Comércio

O maior complexo laboratorial da indústria eletroeletrônica da América Latina será implantado em Itajubá, no Sul de Minas, mediante investimento de R$ 425 milhões. A estrutura será instalada em parceria entre o Sinaees e a Fiemg para atender a uma demanda do setor, que é obrigado a recorrer a laboratórios no exterior para validar produtos inovadores. A terraplenagem da área de 216.000 metros quadrados doada pela prefeitura já foi concluida. Com 60.000 metros quadrados, o laboratório deverá entrar em operação no primeiro semestre de 2019, com geração de 60 empregos diretos, beneficiando indústrias de toda a América Latina. A localização estratégica de Itajubá, próxima do Rio de Janeiro, de São Paulo e do porto de Santos, onde deverão ser desembarcados equipamentos para realização de testes elétricos, foi fator decisivo na escolha do município para instalação do laboratório. 

Blog: No empreendimento, nós de Itajubá, entramos com a cessão do terreno. O número de empregos gerados não é grande, mas para gente especializada. A localização, para mim, foi definida pela proximidade da Unifei e do Inatel. A geografia e os acessos para o transporte de equipamentos pesados não facilitam.
Curiosidade particular que não interessa a ninguém: O primeiro emprego do Zelador foi no Sinaees de São Paulo.

Viver é Perigoso 

MOÇA BONITA

Thaisi
Um abraço Thaisi Elói. Feliz aniversário.

Viver é Perigoso

EU SOU CHAPE !

Viver é Perigoso