sexta-feira, 25 de novembro de 2016

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Ditinha Machado - by Antonio Thomás
Viver é Perigoso

O IMPÉRIO !


A Vereadora Celia Rennó aparece hoje no site do TRE-MG, como vereadora não eleita.

Itajubá, 25 de novembro de 2016

"Não querem que eu assuma a vaga na Câmara de jeito nenhum"

Fui surpreendida hoje com a notícia de que as coligações que apoiaram o prefeito reeleito de Itajubá entraram com um embargo de declaração* questionando as decisões da Justiça Eleitoral de Itajubá e Belo Horizonte, que haviam anulado os votos de uma dessas coligações por conta de irregularidades no processo eleitoral.
A intenção, com esse embargo, é fazer validar os votos dessa coligação o que, por sua vez, me tira do quadro de eleitos. Isso nada tem a ver com a situação do Chico Marques, conforme já expliquei diversas vezes.
Então, o que eu entendi que tinha chegado ao fim, ainda tem novos capítulos. O processo vai para Brasília.
Todos os dias sou procurada por gente querendo saber se isso e aquilo é verdade. Cria-se um ambiente de instabilidade e eu não sei nem mais o que explicar.
Resumo da ópera: não querem que eu assuma a vaga na Câmara de jeito nenhum. Entrego nas mãos de Deus e da Justiça Eleitoral brasileira.
*A expressão embargos de declaração ou embargos declaratórios refere-se a um instrumento jurídico pelo qual uma das partes de um processo judicial pede ao juiz (ou tribunal) que esclareça determinado(s) aspecto(s) de uma decisão proferida quando há alguma dúvida, omissão, contradição ou obscuridade nessa decisão.

Célia Rennó

Blog: 

É fato do conhecimento geral que as forças do império não querem a presença de vereadores independentes, com visão social, cultos, inteligentes, preparados e que não deixam se conduzirem pela cartilha estabelecida. Não é surpresa para ninguém. Conforta a todos a certeza de que o bem prevalecerá. 

Viver é Perigoso 

ALIADOS !

Viver é Perigoso

PROFECIA

Quando eu morrer, posso imaginar as palavras de carinho de quem me detesta. Algumas rádios tocarão minhas músicas sem cobrar jabá, colegas dirão que farei falta no mundo da música, quem sabe até deem meu nome para uma rua sem saída. Os fãs, esses sinceros, empunharão capas dos meus discos e entoarão "Ovelha Negra", as TVs já devem ter na manga um resumo da minha trajetória para exibir no telejornal do dia e uma notinha no obituário de algumas revistas há de sair. Nas redes virtuais, alguns dirão: Ué, pensei que a véia já tivesse morrido, kkk. Nenhum político se atreverá a comparecer ao meu velório, uma vez que nunca compareci ao palanque de nenhum deles e me levantaria do caixão para vaiá-los. Enquanto isso, estarei eu de alma presente no céu tocando minha autoharp e cantando para Deus: "Thank you Lord, finally sedatet ".
Epitáfio: Ela nunca foi um bom exemplo, mas era gente boa.

Rita Lee


Bom de ler : "Rita Lee, Uma Autobiografia " - Editora Globo

Viver é Perigoso