quarta-feira, 12 de outubro de 2016

NOSSA SENHORA !


Hoje, 12 de outubro de 2016, feriado nacional, foram exonerados os Secretários Solano Pierini Loureiro, Massoud Nassar Neto, Vitor Fernando Miranda, Pedro Marcelo Mendonça, José Henrique Jacarini e Marco Antonio Barbosa de Mattos.

Por um dia tivemos nas Secretarias ocupadas, até então, pelos mencionados, dois Secretários. Eles próprios e os interinos nomeados antes das suas exonerações.

Como sempre, como nos antigos filmes brasileiros, ainda em P&B, primeiro o fim, depois o começo.

Pelo menos foram criativos informando que as Portarias entram em vigor na data de sua publicação (12/10), com seus efeitos a partir de 07/10/2016. 

Mas, dois meses passam rápido. Bom para uma descansada, com indenização, férias, 13º, e o importante, janeiro está chegando.

Viver é Perigoso  

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Que os jornais do País têm tido, desde há muito, quase que total liberdade de expressão, ninguém questiona, mas que alguns, no caso, a Folha de São Paulo, através de um de seus colunistas extrapola, não existe dúvida.
Entre outras distorções, escreveu ontem o Professor Rogério Cezar de Cerqueira Leite, sob a título, "Desvendando Moro": 

"Imaginem só como Moro seria terrivelmente infeliz se não existisse corrupção para ser combatida. Todavia existe uma diferença essencial, apesar das muitas conformidades, entre o fanático dominicano e o juiz do Paraná -não há indícios de parcialidade nos registros históricos da exuberante vida de Savonarola, como aliás aponta o jovem Maquiavel, o mais fecundo pensador do Renascimento italiano.
É preciso, portanto, adicionar um outro componente à constituição da personalidade de Moro -o sentimento aristocrático, isto é, a sensação, inconsciente por vezes, de que se é superior ao resto da humanidade e de que lhe é destinado um lugar de dominância sobre os demais, o que poderíamos chamar de "síndrome do escolhido".
Essa convicção tem como consequência inexorável o postulado de que o plebeu que chega a status sociais elevados é um usurpador. Lula é um usurpador e, portanto, precisa ser caçado. O PT no poder está usurpando o legítimo poder da aristocracia, ou melhor, do PSDB.
A corrupção é quase que apenas um pretexto. Moro não percebe, em seu esquema fanático, que a sua justiça não é muito mais que intolerância moralista. E que por isso mesmo não tem como sobreviver, pois seus apoiadores do DEM e do PSDB não o tolerarão após a neutralização da ameaça que representa o PT.
Em Roma, Savonarola foi queimado. Cuidado Moro, o destino dos moralistas fanáticos é a fogueira. Só vai vosmecê sobreviver enquanto Lula e o PT estiverem vivos e atuantes.
Ou seja, enquanto você e seus promotores forem úteis para a elite política brasileira, seja ela legitimamente aristocrática ou não."

Resposta equilibrada do Juiz Sérgio Moro

"Lamentável que um respeitado jornal como a Folha conceda espaço para a publicação de artigo como o "Desvendando Moro", e mais ainda surpreendente que o autor do artigo seja membro do Conselho Editorial da publicação. Sem qualquer base empírica, o autor desfila estereótipos e rancor contra os trabalhos judiciais na assim denominada Operação Lava Jato, realizando equiparações inapropriadas com fanático religioso e chegando a sugerir atos de violência contra o ora magistrado. A essa altura, salvo por cegueira ideológica, parece claro que o objeto dos processos em curso consiste em crimes de corrupção e não de opinião. Embora críticas a qualquer autoridade pública sejam bem-vindas e ainda que seja importante manter um ambiente pluralista, a publicação de opiniões panfletárias-partidárias e que veiculam somente preconceito e rancor, sem qualquer base factual, deveriam ser evitadas, ainda mais por jornais com a tradição e a história da Folha."

Viver é Perigoso


AMANHÃ

Viver é Perigoso

É DISCO QUE EU GOSTO



Viver é Perigoso

TRISTE CONSTATAÇÃO


“O que me impressiona é que onde você destampa tem alguma coisa errada. Não é um episódio, nem dois, nem três. Nós criamos uma delinquência generalizada no País. E com um contágio que ultrapassa tudo o que seria imaginável. "


Ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Sofia
Para nós todos os dias, horas, minutos, segundos e um piscar de olhos são delas. Elevar o pensamento para o alto e agradecer. Foram chegando de mansinho, em Mogi Guaçu, em São Paulo e em Niterói. Ocuparam de forma avassaladora as nossas vidas.
Um beijo no João (que detesta ser beijado), no Luc, sempre alegre e jovial, no Mateus, de uma meiguice impar, no amado e brincalhão Davi, na lindíssima Sofia e no determinado, para não dizer, ranhetinha, Tito.
Tornaram-se a nossa razão de viver.

Viver é Perigoso