sábado, 24 de setembro de 2016

DUREZA


Tecnologia sufoca a greve dos bancários. Internet e caixas automáticos levam grevistas ao esquecimento. O jeito é calçar a cara e voltar ao trabalho.

Clarin da Boa Vista

PRÁ PENSAR


Eu não brigo para ganhar. Eu brigo porque tenho razão.

João Saldanha

Viver é Perigoso

A HORA E A VEZ


Chico da Dona Lygia. Chico da Sr. Zezinho, Chico da Denise, Chico da família, dos amigos e de Itajubá. 
Engenheiro que batalhou muitos anos longe da terrinha. 
Cidadão que voltou e foi o Chico da Itavel. 
Chico vereador atuante junto com o Ivan Pereira Junior, Zé Décio e outros bons companheiros. 
Chico que liderou a "Força do Povo", com o PMDB, PT, PSDB, PDT do Dr. Gilberto Botelho, do sonho da Tecnópolis, da expansão da Mahle, do projeto do aeroporto, da Cabelauto e da Cabelte, de onde saiu o Teatro Municipal. 
Chico do emprego pleno, da cidade bonita e da luta e recuperação de Itajubá na enchente de 2000 e da limpeza do Rio Sapucai.
Chico, sempre se colocando a disposição da sua cidade.
Chico que já teve a vida bisbilhotada, acusado de ter fazendas, recursos milionários. Chico, dos netos, do mesmo carro e do mesmo endereço.
Chico, pronto para cumprir mais uma vez a nobre função de vereador. De volta o poder legislativo tendo a mesma força do poder executivo.
Vereador independente, para fiscalizar, legislar e atuar como sempre fez: Ouvindo o povo.
Faça a sua parte, vote no Chico para que ele possa ajudar Itajubá.
Chico, amigo desde os bancos escolares. Já lá vão quase 50 anos.
A hora e a vez.

Viver é Perigoso