quinta-feira, 15 de setembro de 2016

É DISCO QUE EU GOSTO



Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA


São águas passadas e não voltam mais, pelo menos para essas eleições. Interessante fazer o mesmo exercício, sem nenhuma base científicas, caso fossem, 10 a cadeiras em disputa na Câmara Municipal.
O quociente eleitoral passaria para 5.400 votos.
Interessante o publicado (estou lendo neste momento) no jornal Itajubá Notícias, desta semana. Em enquete feita pelo jornal, apenas 16,67% dos que responderam, afirmam conhecer os candidatos.
45,83% afirmam não conhecer e 37,5%, afirmam que conhecem alguns dos candidatos.
Campanha curta, falta de grana, preocupação em se atrelar a um dos candidatos a prefeito e lógico, o desgaste dos políticos, pode levar os mais conhecidos, mesmo que mal conhecidos, levem alguma vantagem.
Com dez vereadores, o Prefeito Rodrigo Riera, mentor inquestionável do aumento para 17, continuaria tendo os seus fieis 6 parceiros na Câmara.
Possivelmente, seriam eleitos:
Joel da Guadalupe, Robson Vaz, Célia Rennó, Ricardo Zambrana, Prof. Ruy, Sebastião Silvestre, Chico, talvez o Cleber, Marcelo Krauss e o Fabrício.
No mais puro chutômetro.
A questão não é numérica. Célia, Chico, Cleber e Krauss, seriam totalmente independentes. Nem contra e nem a favor do Prefeito. Cumpririam, fielmente, as atribuições de um vereador.
Em tempo, comentar o que aconteceu é fácil. Comentar e estimar o que acontecerá é para adivinhos. Não é o caso.

Viver é Perigoso  

A GRANDE NOVIDADE


A grande novidade na declaração destrambelhada do Lula, sem dúvida, foi a cor do cabelo da Senadora Gleisi Hoffmann. Deixou de ser loura.

Clarin da Boa Vista

QUEREMOS POUCO


Em nosso país, queremos substituir :

O egoísmo - pela moral 
Os costumes - pelos princípios 
As conveniências - pelos deveres 
A tirania da moda - pelo império da razão 
O desprezo à desgraça - pelo desprezo ao vício 
A insolência - pelo orgulho 
A vaidade - pela grandeza d’alma
O amor ao dinheiro - pelo amor à glória 
A intriga - pelo mérito  
O tédio da volúpia - pelo encanto da felicidade 
A pequenez dos grandes - pela grandeza do homem
Um povo cordial, frívolo e miserável - por um povo generoso, forte e feliz 

As palavras acima são parte de um discurso feito por Robespierre (1758/1794).

Viver é Perigoso

LAVA- JATO


Viver é Perigoso

OUTROS TEMPOS




Em pé da esquerda para a direita. 
Herberto, Chuveiro, Odair, Walter, Alberto, EU e o Paulo Meloni.
Agachados: Silvio Riera, Alvinho Pinto, Athanasio, Carlos Mauad e Canhotinho.
Juvenil do São Paulo e campeão em 1955. Um timaço.

Ajuda do Roberto Lamoglia na identificação dos craque. Foto foto publicada pelo Jorge Benedito Mattos no "Cantinho da Saudade" - Facebook.

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

SOB A LUZ DE VELAS


Venham ate a borda, ele disse. Eles disseram: Nos temos medo. Venham ate a borda, ele insistiu. Eles foram, Ele os empurrou... e eles voaram.

Guillaume Apollinaire

Viver é Perigoso