domingo, 28 de agosto de 2016

PRIMEIRA CLASSE !





Existe vida inteligente no planeta, ou melhor, no Facebook. Sincero, criativo, sensível, verdadeiro, marcante e com muita classe, o depoimento prestado pela, muito capaz, Jussara Rocha, sobre a, não menos capaz, Celinha Rennó.   

Assisti duas vezes e ainda não sei, se depois, fiquei admirando mais a Celinha ou a Jussara.
                             
Não foi pedido um voto e ao mesmo tempo, todos.                  
Brilhante.                                   
                                              
Viver é Perigoso

















INFORMANTE


Lula chegou em Brasília para participar do julgamento da Dilma. Pela sua experiência, segundo Romeu Tuma, deverá atuar com informante.

Clarin da Boa Vista

EL TANGO

Acaba de sair na Espanha "El tango, quatro conferencias", do Jorge Luis Borges em que grande escritor argentino traça o percurso da história de um ritmo que o mundo inteiro identifica com o seu país.
Em 1965, Borges preferiu algumas conferências sobre o tango, em Buenos Aires. O material teria se perdido, não fosse o fato de que alguém resolveu gravá-las, e, quase 50 anos mais tarde, as fitas acabaram por chegar, por vias rocambolescas, ao escritor Bernardo Atxaga, que as organizou e as doou para que, 16 anos depois de ouvi-las pela primeira vez, se transformassem em um belo livro.
A gênese dessa obra daria um conto, gênero em que o autor era especialista:  as quais constituem quase que um tratado misturando erudição, sabedoria popular e humor, para falar não só sobre essa música, mas também, acima de tudo, sobre a sua cidade, sobre a Argentina, sobre a vida daqueles guapos (machões), valentões, que protagonizam as letras dos tangos.
O tango não é triste, tampouco popular nem suburbano. Ou, pelo menos, não nasceu assim. “O tango surgiu da milonga, e era, no início, vigoroso e feliz. Aos poucos ele foi se enlanguescendo e se entristecendo. Os primeiros tangos eram tocados com piano, flauta e violino. Só depois é que se adicionou o bandoneon, de origem alemã. Se o tango fosse marginal, popular, o instrumento usado teria sido o instrumento tipicamente popular: o violão”, disse Borges, nascido há 117 anos e morto há 30. 
(extraído do El País)

Viver é Perigoso

MANHÃ DE DOMINGO FELIZ


Após horas e horas dirigindo carro, nesses últimos dias, dei uma necessária caminhada até o Centro da Cidade, voltando de imediato.

Logicamente, algumas observações pelo caminho e algumas conversas. Não sei muito a razão, mas quase todas sobre política.

Na esquina do Café Hélio presenciei um novo candidato a vereador conversando com um possível eleitor. O eleitor, no caso, um negrão com quase 1,80 m de altura, encostado na parede, cochilava e balançava como um pêndulo de carrilhão. O candidato empolgado discursava. 

Desconfio que o comício particular não iria muito longe.

Na calçada do Posto de Gasolina na Rua Nova, uma bem vestida e perfumada senhora, com apetrechos religiosos na mão, certamente voltando da Missa na Igreja Matriz, tentava escapar da oratória de um veterano candidato. A mulher olhava aflita para todos os lados, como pedindo ajuda.

Entre a Praça Wenceslau Braz, o calçadão e a Praça Theodomiro Santiago, contei oito candidatos em campanha. E olha, que nessa nova leva, conheço poucos.

Todos da situação, uma vez que abordando os passantes, exclamavam, apontando para as fontes, o piso, bancos com assento de madeira e algumas moitas de singelas "marias sem vergonha".

Indagavam em alto e bom som : - E aí, estão gostando do nosso trabalho ? Itajubá nunca teve ruas e praças tão bonitas ! E vamos fazer mais no próximo mandato. Isso aqui é só o começo. Olha ! a internet está pegando aqui !

Os transeuntes olhavam e murmuravam: Ahn...Ahn...Ahn.

Povo educado.

Santinho ainda não vi nenhum. Ou as gráficas atrasaram ou estão esperando receber primeiro para os entregarem depois.

Mas o grosso dos candidatos, neste domingo ensolarado, devem estar tumultuando a Feira do Ceasa. Deve estar lembrando vésperas de Natal. Todos felizes, sorridentes, fazendo brincadeiras em brados com pessoas que mal conhecem.

Impressionante a demonstração de intimidade dos candidatos com pessoas, até então, conhecidas só de vista.

O que não pega bem é candidato se oferecer para carregar cestas de compras de eleitores. Não precisava disso.

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO



"Se permanecerdes na minha Palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”

João 8:32

Viver é Perigoso

NEM A PAU !


Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Alessia
Viver é Perigoso

DILMA VAI CHORAR NA SEGUNDA-FEIRA


Consta do roteiro, preparado pelos seus assessores, um constrangedor choro da valente Dilma, quando do seu depoimento no Senado.

Clarin da Boa Vista