segunda-feira, 11 de julho de 2016

PARA PENSAR !


.Castelo Branco morreu num desastre de avião, verificaram os herdeiros que seu patrimônio limitava-se a um apartamento em Ipanema e umas poucas ações de empresas públicas e privadas.

Costa e Silva, acometido por um derrame cerebral, recebeu de favor o privilégio de permanecer até o desenlace no palácio das Laranjeiras, deixando para a viúva a pensão de marechal e um apartamento em construção, em Copacabana.

Garrastazu Médici dispunha, como herança de família, de uma fazenda de gado em Bagé, mas quando adoeceu precisou ser tratado no Hospital da Aeronáutica, no Galeão

Ernesto Geisel, antes de assumir a presidência da República, comprou o Sítio dos Cinamonos, em Teresópolis, que a filha vendeu para poder manter-se no apartamento de três quartos e sala, no Rio.

João Figueiredo, depois de deixar o poder, não aguentou as despesas do Sítio do Dragão, em Petrópolis, vendendo primeiro os cavalos e depois a propriedade. Sua viúva, recentemente falecida, deixou um apartamento em São Conrado que os filhos agora colocaram à venda, ao que parece em estado de lamentável conservação.
Obs: foi operado no Hospital dos Servidores do Estado, no Rio.

- email do meu amigo Joaquim Lemos.

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

Jean-Michel Basquiat
Viver é Perigoso

ONDE ESTÁ O CELULAR


Penei para localizá-lo.

Viver é Perigoso

CAFÉ COLONIAL

Deu no jornal "Itajubá Notícias", que a Prefeitura divulgou, no dia 29 de junho, em seu site oficial uma Ata de Registro de Preços em que estabelece limite de R$ 500 mil para contratação de "coffe break" no período de um ano. Deverão ser fornecidos produtos de primeira linha. Café, suco ou refrigerante, achocolatado, iogurte, bolo e salgados. Nas mesas, toalhas rendadas ou acetinadas, arranjos ornamentais e bandejas de inox ou vidro. 
Pode não ser todo gasto, mas é o limite para ser gasto.
Na certa foi levado em conta a agenda existente e programações que poderão acontecer, ou não.
De qualquer forma, a divulgação da extravagância, num momento de dificuldade geral é de uma bobeira impar. 
Em outros tempos áridos, que nunca existiram como os atuais, quando de reuniões e conversas, extra-oficialmente vinha a recomendação: "por favor, venham comidos".
Para se ter uma ideia do disparate, a Prefeitura gasta por ano, algo em torno de R$ 800 mil, bancando parte substancial, dos anunciados 180.000 pratos/ano servidos no restaurante popular.
Prato feito, ou melhor, coffe - break feito para a oposição usar nas eleições.

Viver é Perigoso

SHARAPOVA FORA DAS OLIMPÍADAS


Que triste !

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Gisele
Viver é Perigoso

ASSUSTADOR !


Ninguém pode negar. A equipe econômica coordenada pelo Henrique Meirelles é a melhor que o Brasil poderia ter no momento.
Os números não mentem. Acontece que estamos, e com razão, desacreditando de todas as informações oficiais. Mas convém atentar para a entrevista do Sr. Ministro da Fazenda publicada neste final de semana.
De forma otimista, segundo os especialistas, o governo propôs como meta para as contas públicas de 2017, um déficit de R$ 139 bilhões, e atenção, sem contar os gastos com juros.
Na prática, será preciso evitar despesas de R$ 80 bilhões.
Conta o Sr. Ministro, com um aumento de R$ 55 bilhões nas receitas em 2017. 
Para atingir a meta, o governo diz ter um plano A, um B e um Plano C.
De onde viria o corte de R$ 80 bilhões ? Será aplicado um limitador importante para a saúde e educação. Serão promovidas privatizações, concessões e vendas de ativos do BNDES.
Se necessário (alguém duvida ?), acontecerão aumento de impostos, como no Cide da gasolina, do IOF, do PIS-Cofins e do IPI.
Caso tudo ocorra como planejado, prevê-se um déficit primário zero em 2019. De novo, os especialistas preveem essa virada em 2021.
Não adianta fingir que não entendemos esses números. Não adianta enterrarmos as cabeças em buracos.
Temos que nos preparar. É só.
Não se tratou do descalabro político, das investigações e punições dos assaltos aos cofres públicos, de impeachment e desgraças outras. O que convenhamos, seriam outros quinhentos.
Resumindo senhores candidatos, face ao exposto, prometam, como  Sir Winston Churchill, tão somente sangue, suor e lágrimas. 

Viver é Perigoso