sexta-feira, 1 de julho de 2016

VENTOS DE GUERRA


Pelo menos, a partir de hoje, não ouviremos mais os políticos em busca de reeleição chorar em todos os rádios da cidade. Afirmo, todas, porque todas as emissoras estão alinhadas com a atual administração. 
Questão de sobrevivência e entendemos.
Políticos que passaram as 10 últimas eleições municipais descendo a borduna e outras armas, republicanas ou não, espalhando tristezas em candidatos opositores e seus familiares e amigos, resmungam com antecipação sobre críticas que inevitavelmente virão.
Candidatos a reeleição serão criticados pelo que não fizeram, pelo que fizeram errado e pelo que deixaram de fazer.
Pelo que fizeram certo, não foi mais do que a obrigação. Foram regiamente recompensados pelo trabalho. 
Ah ! e cumpriram mandatos indo voluntariamente para o sacrifício. 
Os candidatos a eleição serão criticados por aspectos de suas vidas.
Sugestão de algumas frases de efeito para serem utilizadas durante a curta campanha:

- Para cada mentira que disserem sobre mim, direi uma verdade sobre eles.

- Para me ofenderem, terão que mentir.

- Por trás de toda riqueza, há um crime.

- Diz-me com quem andas e direi quem és.

- Naquela ocasião fui abduzido e levado coercitivamente.

- Minha vida é um livro aberto.

- Naquela ocasião votei contra e naquela outra a favor.

- O sapo para saltar tem que se encolher.

- Itajubá é uma boa madrasta, mas não uma boa mãe.

- Eu ganhei, nós empatamos e eles perderam.

- Eu contribui para a eliminação de ruas sem nomes na cidade e prestei homenagem a todos des-homenageados.

- Enfrentei a Fernão Dias dezenas de vezes para almoçar na Dona Lucinha a serviço do povo.

- Eu não leio "O Sul de Minas" e nem vejo a Internet. 

- Sou também pelas mudanças. Claro, de comportamento e não necessariamente de gente.

- Não posso nem ver falar do PT. Quebraram o país.

- Não posso nem ver falar do PMDB. Roubaram mais que o PT.

- Estou com o Rodrigo, mas o Dr. Ricardo é boa gente.

- Estou com o Dr. Ricardo, mas o Rodrigo é boa gente.

- Nos primeiros quatro anos a gente aprende e nos quatro seguintes coloca em prática.

- Vou entrar com projeto para voltar para dez vereadores e fixar o salário no mesmo valor de um professor (de Harward ou Cambridge).

Viver é Perigoso