quinta-feira, 16 de junho de 2016

GOVERNO TEMER


Estamos trabalhando há quatro horas e vinte dois minutos sem a demissão de ministros. Nosso recorde é de 10 dias.

Moro, colabore para aumentar este índice

Viver é Perigoso

TEMOS VAGAS !


Foi preso e investigado o Sr. Youssef, que para a ter a pena atenuada delatou outros possíveis dez infratores. O Sr. Youssef foi solto usando tornozeleira eletrônica. Dos dez, presos e investigados, cinco foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros doze possíveis infratores. Os cinco foram soltos usando tornozeleiras eletrônicas. Dos doze, presos e investigados, oito foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros quinze possíveis infratores. Os oito foram soltos usando tornozeleiras eletrônicas. Dos quinze, presos e investigados, onze foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros dez possíveis infratores. Os onze foram soltos usando tornozeleiras eletrônicas. Dos dez, presos e investigados, oito foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros dezoito possíveis infratores. Os oito foram soltos usando tornozeleiras eletrônicas. Dos dezoito, presos e investigados, quinze foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros vinte e dois possíveis infratores. Os quinze foram soltos usando tornozeleiras eletrônicas. Dos vinte e dois, vinte foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros dezessete possíveis infratores. Os vinte foram soltos usando tornozeleiras eletrônicas. Dos dezessete, treze foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros trinta e dois possíveis infratores. Os dezessete foram soltos usando tornozeleiras eletrônicas.  Dos trinta e dois, trinta foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros cinquenta e três possíveis infratores. Trinta foram soltos usando tornozeleiras eletrônicas. Dos cinquenta e três, quarenta e nove foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros possíveis cento e quatro infratores. Dos cento e quatro, noventa e nove foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram outros possíveis duzentos e nove infratores. Dos duzentos e nove, cento e noventa e sete foram considerados culpados e para terem as penas atenuadas delataram...
Resumindo, fábrica de tornozeleiras eletrônicas admite cinquenta novos funcionários.

É a vida...

Viver é Perigoso    

OU TUDO OU NADA

Nas férias de 1971, um grupo de estudantes, da então Efei, fazia estágio de férias na Companhia Brasileira de Alumínio, do Grupo Votorantin, na cidade de Alúminio, proximidades de Sorocaba. Eu estava junto.
Moramos durante os dois meses do estágio num apartamento cedido pela CBA. Numa noite, daquelas vazias, o grupo disparou a jogar cartas valendo centavos.
Quase todos foram dormir e ficamos somente dois. Fiquei porque estava perdendo uns R$20,00 e queria recuperar o dinheiro e a "honra".
O adversário queria parar. Propus disputarmos a minha dívida em uma jogada só, valendo a carta maior. Ele aceitou e em poucos segundos eu lhe passei a dever R$ 40,00. Insistiu em parar e eu em continuar. 
Eu devia andar, na época, com muita sorte no amor, porque no jogo estava um desastre.
De dobro em dobro, em pouco tempo eu já devia o equivalente a uns R$ 100 mil. Totalmente impagável.
O adversário percebendo que tinha sido enrolado propôs o cancelamento da divida adicionada, voltando ao valor original, ou seja, R$ 20,00.
Logicamente, não aceitei. Divida é divida, que hoje, com juros e correção, deveria estar próxima de US$ 100 milhões.
Virou piada e brincadeira.
Pois bem, chegamos ao  fato. A Operação Lava Jato ia bem. com delatores e delatados. Presos e alguns condenados.
O que os bandidos fizeram ? Dispararam a delatar todo o mundo. Zoneou geral. Dentro em pouco delatarão o Pelé, Zagalo, Tarcisio Meira, Marta Rocha e até a Madre Tereza de Calcutá.
Pode melar tudo.
Vão querer condenar só os originais (como os R$ 20,00 da história ) e não conseguirão mais.
É assim que funcionam as coisas no país. Na brincadeira.

Viver é Perigoso   

VENTOS DE GUERRA


Há tempos que os partidos políticos faliram no mais amplo sentido da palavra. Não dizem mais nada. Servem apenas para proporcionar um abrigo legal para candidaturas. Com responsabilidade, a justiça terminará por bloquear os "donativos" do Fundo Partidário como parte da indenização das propinas recebidas como doações legais. Não escapará um. Terão que declarar falência, também econômica, porque a falência ética já aconteceu.
No interior se vota em pessoas.
O que tem o PMDB da terrinha com  a cúpula nacional do partido, denunciada e com cabeças a prêmio ?   Alguma influência dos Sarney, Renan, Jucá, Cunha, Barbalho, Lobão, Newton Cardoso e outros caciques ? Ao meu ver, nada.
O que tem a ver o atual PSDB local, com nomes como Tácito Coutinho e Dr. Sérgio Vargas, com a liderança nacional mal citada diariamente.
O que tem a ver o Ulysses, filho do Sr. Leonir da Imbel, a Célia Rennó, o Professor Paulino, o Chico Regis, com os líderes de seu partido mofando em celas frias e outros que andam dormindo vestidos, aguardando a Polícia Federal.
O que tem o Dr. Rogério Vilela, presidente do PP local, com a avalanche de denúncias que recaem sobre a direção nacional do seu  partido.
O que tem o Marcelo Krauss e o Dr. Ricardo Mello, com a insegurança da Dona Marina.
O que tem o Rodrigo Melo, do Solidariedade, com as articulações estranhas do Deputado Paulinho da Força.
O que tem o Dr. Jorge Mouallen, do PTB, com o Gim Argello, até há pouco, Senador pelo partido.

É o que penso. Urge que aconteça uma ampla reformada partidária no país. Por enquanto, vamos olhar para as pessoas. Sua vida, sua família, seu proceder, sua visão social, sua capacidade de ouvir, sua firmeza de posicionamento.
Até as eleições municipais, em outubro, presenciaremos o esfacelamento de todos partidos, como aí estão.
Esqueçam partidos. Inclusive você candidato. Os eleitores entenderão que não se trata de um gesto de infidelidade, mas de repulsa aos condutores. 

Viver é Perigoso