segunda-feira, 25 de abril de 2016

MAIS UM QUE SE FOI

Quando sozinho no carro, de imediato, ligo o som. Em São Paulo, direto na BandFM. Fora de São Paulo, aciono o CD Player. Hoje pela manhã, vindo de Mogi Guaçu, não aconteceu diferente. Ouvi muito o Billy Paul e outros dinossauros do Rock, Blues e Soul.
Ao chegar na terrinha dou com a notícia da tomada de barco do Billy Paul.
É a vida.

Li na internet e como todos, lamentei.  

"Lamentamos anunciar, com o coração partido, que Billy faleceu em casa depois de enfrentar uma grave condição médica. Nós gostaríamos de estender nossas mais sinceras condolências à sua mulher, Blanche, e a sua família pela perda", informou o representante do cantor em nota oficial."

Dono do sucesso "Me and Mrs. Jones", de 1972, Billy era bem popular no Brasil e passou 4 vezes pelo país – em 1976, 2012, 2014 e 2015.
Uma das maiores lendas do soul, Billy Paul, de 81 anos, faleceu no último domingo (24), em Nova Jersey, nos Estados Unidos. O músico sofria com câncer no pâncreas e tinha sido hospitalizado na semana passada.

Viver é Perigoso


PIPOCA, SÓ DA CASA !


No Supremo, disputando espaço com impeachment, lava-jato e outros perigos:
A Associação Brasileira das Empresas Exibidoras Cinematográficas Operadoras de Multiplex (Abraplex) ajuizou, no Supremo Tribunal Federal, Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF 398), com pedido de liminar, a fim de que seja afirmada – no nível constitucional – a legitimidade da opção econômica dos cinemas de vedar o ingresso, nas salas de exibição, de bebidas e alimentos que não tenham sido adquiridos em suas bombonières.
O relator da ação é o ministro Edson Fachin.
Agora vai !

Viver é Perigoso

FREUD EXPLICA


VESPA 1986 - ÚNICO DONO




BOM DE OUVIR