domingo, 3 de abril de 2016

INCENTIVOS


CARTA QUE NÃO RECEBI

Brasília, 3 de abril de 2016

Ao Viver é Perigoso,

Queridos, me julgo suficientemente preparada para ter conhecimento, muito bem, de tudo o que está acontecendo.
Lógico que sei que a vaca já foi para o brejo com o bezerro e tudo. 
Gosto muito de assistir velhos filmes da 2ª Guerra Mundial. Muito me encanta a retirada dos nazistas das terras ocupadas. Sublime.
Ao fugirem, de volta para a Alemanha, foram destruindo tudo o que deixavam para trás. Igrejas, estradas, cidades, obras de arte, pontes, linhas ferroviárias, hospitais e mais o que significava de valor. A lei era: Nem nós aproveitamos e nem eles, verdadeiros donos, aproveitarão. Irão suar sangue para a reconstrução.
De saída, que diga-se de passagem, provocada por um golpe de Estado, iremos destruindo e colocando abaixo tudo o que for possível. A elite golpista, se quiser, que reconstrua tudo.
Não foi fácil colocar a maior empresa do país no chão. Um dia os historiadores reconhecerão a nossa extrema capacidade para quebrar a Petrobrás.
Não adianta nos desmerecer. Foi o nosso conhecimento que que tornou o PIB um anão. Fechamos mais de 100.000 comércios e só em São Paulo, conseguimos encerrar as atividades de 4.000 empresas industriais.
Não tirarão de nós o desmanche de 10 milhões de empregos. Deixamos proliferar a Zika, dengue e outros benefícios mais.
Tornamos a permanência na Universidade impossível para milhares de jovens. Induzimos as maiores empresas do país a se envolverem com propinas.
Destruímos o Congresso Nacional com cargos, e mensaleiros, indicamos nossos melhores quadros para o STF, desmobilizamos e desmontamos o Exército Nacional e alcançamos a glória de ter colocado um comunista histórico como Ministro da Defesa.
Falta pouco para que possamos atingir nosso objetivo maior, ou seja, sequestrar a esperança do povo brasileiro.
Queridos, a história reconhecerá o nosso estrago.

Presidenta

Viver é Perigoso    

TCHAU QUERIDA !


Dilma Rousseff deve renunciar já, para poupar o país do trauma do impeachment e superar tanto o impasse que o mantém atolado como a calamidade sem precedentes do atual governo.

Editorial da Folha

Blog: Falta-lhe grandeza para tanto.

Viver é Perigoso