quinta-feira, 3 de março de 2016

SOB A LUZ DE VELAS


Se deves punir um ou outro de teus servidores, encarrega disso um terceiro. Faz como se não fosse de ti que viesse a sanção. Deste modo, se aquele que provocou tua severidade vier queixar-se a ti, terás a liberdade de abrandar o castigo e de fazer recair a responsabilidade sobre aquele que aparentemente terá tomado a iniciativa de castigar.

Breviário dos Políticos - Cardeal Mazarin

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS

ELEIÇÃO É O NOSSO NEGÓCIO


A paixão da moçada, atualmente no poder, por um processo eleitoral é extraordinária. Votação eletrônica é legal e provoca frias emoções. Votação aberta é burra e não permite doces traições. 
Bom mesmo é na cédula. Dá para marcar e proporciona prazer.
Falamos de todas a eleições no município. Diretoria da Casa da Criança, do antigo Asilo, de clubes, de associações, de dirigentes de bairros, da Câmara e de sindicatos.
Só não têm acesso em eleições internas de igrejas, porque não as frequentam e nas do CDL, porque o colégio eleitoral é seleto e controladíssimo.
No velho oeste, os rápidos no gatilho, providenciavam um risco no revólver à cada inimigo abatido. Nos tempos modernos, o abater de um adversário num processo eleitoral qualquer é registrado no celular.
Por falar nisso vem aí a eleição na Associação Comercial.
Lógico que se farão presentes.

É a vida...

Viver é Perigoso

RATOS !


CURIOSIDADE


Informações da Prefeitura dão conta que assumiu a Secretaria de Planejamento do Municipio, o Senhor Advogado Juliano Galdino Teixeira. O novo Secretário é de Anápolis - GO.
Deve ser um profissional competente e altamente especializado em planejamento, também, por ter vindo de tão longe.
Outro dia chegou para ocupar a Secretaria de Obras o Sr. Teixeira (não sei se são parentes), que embora seja formado em engenharia civil na terrinha, veio de Palmas, no Tocantins.
Sei lá. Podem até ajudar.
Em tempo, o Sr. Mendonça, que era o planejador, agora será o gestor.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA


O BOM CAMARADA


Muito embora, para as autoridades da Prefeitura, a crise já tenha passado na terrinha, o caixa municipal pode ainda não ter-se recuperado totalmente.
O Prefeito bate o pé no reajuste salarial do funcionalismo em 5%. Os funcionários lutam pelo reajuste integral próximo de 11%.
Questão de negociação. Normal na vida. 
O ideal é que se chegue a um bom termo sem greves e desgastes outros.
Lembrando sempre que não se trata de aumento salarial. Simplesmente, reposição de perdas.
O que chama a atenção é o posicionamento do presidente do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais, Sr. Adilson Soares, que declarou ao jornal "Itajubá Notícias":

'' Fizemos um levantamento e vimos que o município não tem condições de dar 11% de aumento da inflação. Se o prefeito der esse aumento significativo é arriscado que no segundo semestre os servidores fiquem sem receber seus salários. O prefeito já me deu a garantia de que com essa proposta de 5% de reajuste salarial, os funcionários têm a garantia de receber os seus salários durante o ano todo."

Ainda não tinha presenciado um líder sindical analisar e concluir pela dificuldade do patrão. Aceitar um reajuste menor do que a metade  do índice oficial e o pior, ficar feliz com a garantia de que os salários serão pagos durante o ano todo. Uma obrigação.
Já não fazem mais sindicalistas como antigamente.

Viver é Perigoso

ESTAMOS LASCADOS !