sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

PIMENTA


O Google presta hoje uma homenagem ao químico norte-americano Wilbur L. Scoville (1865-1942) que idealizou uma forma de saber exatamente quão ardida é uma pimenta. Ele trabalhava na conhecida indústria farmacêutica Parke-Davis.
Medir o grau de picância de uma pimenta fazia parte da tradição oral até 1912. 
Sobre o tema:
A pimenta mais ardida do mundo era a americana Red Savina, que perdeu o posto para uma outra pimenta, chamada Dorset Naga, que é muito forte e equivale a 5 malaguetas. Foi criada e cultivada no sul da Inglaterra, através de cruzamentos genéticos, pelo casal de fazendeiros Joy e Michael Michaud, sendo uma variedade da pimenta Naga Morish de Bangladesh. Como curiosidade, o famoso spray de pimenta utilizado pela polícia inglesa é produzido com a Dorset Naga.
Pois bem, no ano de 2000, a Dorset Naga perdeu o posto de mais ardida do planeta para a Naga Jolokia que, em um laudo oficial, atingiu a 1.041.427 unidades na Escala de Scoville.
E mais...
Antes, a pequena Grantham era conhecida como a cidade natal de Margaret Thatcher, a Dama de Ferro, ex-premier britânica. Agora a cidade terá mais uma referência: produtora da pimenta mais forte do planeta!
A Infinity alcançou 1,17 milhão na escala Scoville, que mede a "potência" das pimentas. Ela é tão forte que é vendida com advertência sobre os riscos à saúde.
A pimenta superpoderosa foi desenvolvida por Nick Woods. Na próxima edição do livro Guinness, ele deverá roubar o título da Naga Jolokia, da Índia.
 Para você ter uma base, o conhecido molho Tabasco tem de 600 a 800 unidades na mesma Escala.
.
Viver é Perigoso


O PRÍNCIPE

Vale mais ser amado ou temido?

O ideal é ser as duas coisas, mas como é difícil reunir as duas coisas, é muito mais seguro - quando uma delas tiver que faltar - ser temido do que amado. Porque, dos homens em geral, se pode dizer o seguinte: que são ingratos, volúveis, fingidos e dissimulados, fugidios ao perigo, ávidos do ganho. E enquanto lhes fazeis bem, são todos vossos e oferecem-vos a família, os bens pessoais, a vida, os descendentes, desde que a necessidade esteja bem longe. Mas quando ela se avizinha, contra vós se revoltam. E aquele príncipe que tiver confiado naquelas promessas, como fundamento do ser poder, encontrando-se desprovido de outras precauções, está perdido. É que as amizades que se adquirem através das riquezas, e não com grandeza e nobreza de carácter, compram-se, mas não se pode contar com elas nos momentos de adversidade. Os homens sentem menos inibição em ofender alguém que se faça amar do que outro que se faça temer, porque a amizade implica um vínculo de obrigações, o qual, devido à maldade dos homens, em qualquer altura se rompe, conforme as conveniências. O temor, por seu turno, implica o medo de uma punição, que nunca mais se extingue. No entanto, o príncipe deve fazer-se temer, de modo que, senão conseguir obter a estima, também não concite o ódio.

Nicolo Maquiavel

RECOLHAM LOGO O ELEMENTO