terça-feira, 5 de janeiro de 2016

VENTOS DE GUERRA


Muito Interessante a coluna do José Roberto de Toledo no Estadão de ontem sob o título "As chances dos Prefeitos".
Artigo baseado numa pesquisa exclusiva do Ibope feita a pedido da coluna. Segundo a pesquisa, menos de um terço dos brasileiros pretende votar no prefeito da cidade onde mora (22%) ou no candidato indicado por ele (8%). A maior parte alguém da oposição (40%).
A tendência oposicionista reflete problemas locais e a crise nacional. A situação se mostra difícil para os prefeitos do PT e seus candidatos têm, em média, apenas 22% de intenção de voto, contra 33% declarados para candidatos de oposição.
A situação talvez seja até pior para o PMDB (caso da terrinha). Em média, a intenção de voto nos prefeitos do partido e  candidatos apoiados por ele é tecnicamente igual à dos petistas, mas a declaração de voto em candidatos de oposição aos prefeitos peemedebistas é a mais alta entre todos os partidos: 49%.
Nos municípios interioranos (nosso caso) 44% declaram preferência por um candidato a prefeito de oposição à atual administração.
Na grande maioria dos municípios do interior não há segundo turno (nosso caso). Teoricamente, a diferença de 11 pontos a favor da oposição detectada pelo Ibope seria suficiente para um oposicionista conquistar a prefeitura. Mas isso só acontecerá se a oposição se unir.

Extraído do Estadão de 4 de janeiro.

Blog: Na terrinha, podem crer, surgirão alguns candidatos a prefeito com o "apoio" do próprio atual prefeito, certamente, candidato à reeleição. Dividir para ganhar.

Viver é Perigoso  

NUM PAÍS DISTANTE


E VIVA O POVO BRASILEIRO !



DÓLAR E GASOLINA. BRASIL DE QUATRO

Clarin da Boa Vista

VENTOS DE GUERRA


Pois é, no dia 2 de outubro, se tudo correr bem até lá, a terrinha elegerá um novo prefeito ou reconduzirá o atual e nada mais, nada a menos, que 17 vereadores.
Segundo a Lei Eleitoral, desde o dia 1º de janeiro está proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública. Inaugurações poderão ser feitas até 2 de julho ( aguardem o teatro, o restaurante popular e algumas rotatórias. 
Como todos sabem, para ser candidato o cidadão deverá se filiar a um partido até o dia 2 de abril. Muito tempo ainda para pensar. Não faltarão vagas. Afinal, são 35 partidos. As convenções para escolha dos candidatos deverão acontecer entre 20 de julho e 5 de agosto. Registro das candidaturas, até o dia 15 de agosto.
Muita atenção: As doações para a campanha feitas por pessoas jurídicas estão proibidas. Poderão contribuir, tão somente pessoas físicas. A Justiça Eleitoral, Receita Federal (e os adversários) estarão de olho nos doadores.
Os gastos com a campanha estão limitados. Até o dia 20 de julho, a Justiça Eleitoral divulgará o limite de gastos para cada cargo eletivo. Estima-se que o limite que poderá ser gasto por um candidato a prefeito na terrinha estará em torno de R$ 450 mil.
Período curtinho de 45 dias para propagandas. De 16 de agosto até 30 de setembro.
Olha a confusão que poderá acontecer:  No mesmo período estarão liberadas as propagandas na internet. Curtir ou não curtir ? "That is the question".  
Muito bom: os cavaletes com propaganda estão proibidos.
Muito ruim: carros, motos e bicicletas de som estarão liberados.
Mais ou menos: número de cabos eleitorais contratados estarão limitados.
Será uma guerra e como disse "não sei quem", em tempos de guerra a primeira vítima é a verdade.

Viver é Perigoso

POR OPORTUNO



Viver é Perigoso