segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

SOB A LUZ DE VELAS



Ao avaliar o nosso progresso como indivíduos, tendemos a concentrar-nos nos fatores externos como a nossa posição social, a influência e a popularidade, a riqueza e o nível de instrução. Como é evidente, são importantes para medir o nosso sucesso nas questões materiais, e é bem compreensível que muitas pessoas se esforcem principalmente por alcançar todos eles. Mas os fatores internos podem ser ainda mais cruciais para determinar o nosso desenvolvimento como seres humanos. A honestidade, a sinceridade, a simplicidade, a humildade, a pura generosidade, a ausência de vaidade, a prontidão para servir os outros - qualidades que estão facilmente ao alcance de qualquer criatura -, formam a base da nossa vida espiritual. 

Nelson Mandela

Viver é Perigoso

TERCEIRIZANDO A CULPA


VENTOS DE GUERRA


A partir de hoje começam as conversas sobre as eleições municipais. Indefinição total pela influência direta da situação política/econômica do país e lógico, das operações da Polícia Federal.
Vai faltar dinheiro nos municípios. A terrinha não passará incólume. 
Ficará difícil para os candidatos da situação, quando em caminhadas se comícios nos bairros citar como a grande obra dos quatro anos da Administração foi a reforma da Praça Theodomiro Santiago. Tudo bem, ficou bonita o dinheiro emprestado pelo BDMG para a obra tem juros abaixo do mercado e esticado prazo para pagar.
Com desemprego, inflação, dificuldades na área da saúde, cortes na educação e aumento de insegurança, na certa sairão corridos com calcanhares batendo na bunda.
Melhores chances terão aqueles que aparecerem propondo mudanças, ainda mesmo que, muitas vezes, nem saibam o que significa isso.

Comentaremos sobre o início da caminhada.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Vanessa