sexta-feira, 5 de agosto de 2016

SALÁRIO SUPREMO


O senador Ricardo Ferraço será o relator na Comissão de Assuntos Econômicos do projeto que aumenta de R$ 33.763,00 para R$ 39.293,32 os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Tão logo recebeu a notícia, o senador se colocou absolutamente contra a proposta. A declaração é mais um episódio da polêmica entre os posicionamentos do PSDB contrários à abertura de gastos do governo Temer. 

"Imagine num momento de crise como esse, querem aumentar o teto do salário dos ministros do Supremo para quase R$ 40 mil. É um absurdo e uma vergonha", disse o senador. O senador garantiu que dará voto contrário à matéria em seu relatório e chamou atenção para o efeito cascata que a proposta pode causar.

Isso deixa portas abertas para que senadores queiram aumentar os seus salários, assim como deputados federais, estaduais, juízes. É uma farra e um desprezo com a situação crítica das contas da União, dos estados e da população", afirmou.

O projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, mas ainda passará pela Comissão de Assuntos Econômicos antes de seguir para o plenário.

Estadão

Viver é Perigoso





Um comentário:

Anselmo disse...

Se fosse só o salário...
Pagamos assessores, carros, casas, mordomos, seguranças, faxineiras.
E tudo se multiplica até chegar num exército de vereadores, secretários.
Difícil solução.