quarta-feira, 24 de agosto de 2016

ASSIM CAMINHA A CIDADE


Qualquer um, dos sempre bem preparados, alunos do Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista, é claro, sabe que a Associação Comercial, CDL, Clube Itajubense e outros mais, não podem e não devem assumir candidaturas políticas. É obrigação sim, dos dirigentes, como cidadãos, participar das eleições municipais, como candidatos, com sugestões de projetos, propondo e defendendo nomes.
É assim que funciona.
Recentemente, para surpresa geral dos itajubenses, as entidades se movimentaram, publicamente,  contra o número de vereadores. Movimento defendido, corajosamente, pelo então Presidente da ACIEI, Remy Filho.
Repetindo o já escrito: Levamos todos nós um portentosa "banana" do Prefeito Rodrigo Riera, defensor mor do aumento do número de cadeiras da Câmara Municipal.
Com todo o direito do universo, já fora da presidência da ACIEI, o bravo Remy, coerentemente lutando por mudanças, engaja-se na campanha do Dr. Ricardo Mello, de oposição ao atual Prefeito.
Comentários daqui e fotos dali, a ACIEI, dirigida hoje pelo Sr. Carlos Eduardo, deve ter recebido uma senhora catracada da equipe do Prefeito, simplesmente, pela proximidade
De imediato e lógico, no jornal Itajubá Notícias, a entidade correu a "la Bolt" para publicar uma carta tirando o corpo de qualquer aproximação com a candidatura da oposição.
Perfeitamente entendível.
Fez muito bem o Remy ao pedir afastamento de suas funções dentro da ACIEI.
Existem em funcionamento na terrinha, dois ou três tubos de oxigênio funcionando para aqueles que necessitam de liberdade para respirar. Com certa pretensão, o "viver é perigoso" continua sendo um deles.
Como escreveu o poeta amazonense Thiago de Melo: "Faz escuro mas eu canto"

É a vida...

Viver é Perigoso       


20 comentários:

Anônimo disse...

Fez muito bem o Remy ao pedir afastamento de suas funções dentro da ACIEI.

Não deveria, cada um deve ter sua posição, esteja onde estiver, achei tipico de quem realmente não teria coragem pra enfrentar esta gente. blablabla.

Anônimo disse...

De imediato e lógico, no jornal Itajubá Notícias, a entidade correu a "la Bolt" para publicar uma carta tirando o corpo de qualquer aproximação com a candidatura da oposição.

Parabéns a AC, falta publicar no OSM.

Anônimo disse...

Existem em funcionamento na terrinha, dois ou três tubos de oxigênio funcionando para aqueles que necessitam de liberdade para respirar.

Me digaaaaaaaaaa, Zé, estou quazeeeeeee, moreennnnndddddooooooooo, de falta de .......

Anônimo disse...





MANDA QUEM PODE OBEDECE QUEM TEM JUÍZO.

Anônimo disse...

Com todo o direito do universo, já fora da presidência da ACIEI, o bravo Remy, coerentemente lutando por mudanças, engaja-se na campanha do Dr. Ricardo Mello, de oposição ao atual Prefeito.

Nem começou ainda e ja estamos assim, kkkkkkkk

Anônimo disse...

Os Três Macacos Sábios. Sua origem é baseada em um provérbio japonês. Seus nomes são mizaru (o que cobre os olhos), kikazaru (o que tapa os ouvidos) e iwazaru (o que tapa a boca), que é traduzido como não ouça o mal, não fale o mal e não veja o mal. Existem vários significados atribuídos aos macacos e ao provérbio que incluem associações com estar de boa mente, fala e ação. No mundo ocidental a frase é muitas vezes usada para se referir àqueles que lidam com impropriedade por fazer vista grossa. (Fonte Wikipédia). Dependendo do ponto de vista, tudo a ver!

Edson Riera disse...

Anônimo das 15:49 horas,

Sobre a ACIEI. Eles não poderiam ter outra reação. A rapidez é que assustou.

A cidade é nossa. Sua, minha e dos moradores. Não pertence a nenhum grupo. Calar é aceitar o mando.

Zelador

Edson Riera disse...

Anônimo das 15:55 horas,

Respire aqui no blog. É livre.

Zelador

Edson Riera disse...

Anônimo das 15:54 horas,

Publicar a carta no O Sul de Minas seria considerado mais grave do que declarar apoio ao RM.

Zelador

Edson Riera disse...

Anônimo das 15:53 horas,

Desde sempre o Remy tem mostrado muita coragem. Lembro-me de sua posição com relação aos movimentos de mudança ocorridos em âmbito nacional.
Pelo que tenho acompanhado, ele é extremamente coerente quando prega mudanças. É muito covarde e confortável querer mudanças na área federal e calar-se na área municipal.

Zelador

Edson Riera disse...

Anônimo das 16:47 horas,

Grato pelas informações. Muito legal.

Zelador

Anônimo disse...

Zelador, acabei de ler no face a carta de pedido de afastamento do Remy. Legal, acho ético da parte dele fazer isso. Mas na mesma carta tem um trecho que diz que ele tem intenção de participar do governo municipal. Como é que então estão dizendo que não existem acordos já fechados nessa coligação? E se assim for, por mais que eu goste e admire o Remy, fica esquisito para o grupo.

Anônimo disse...

Pelos seus comentários, zelador, nota se que não conhece o novo presidente da ACIEI, mas isso será questão de tempo.Quanto à publicação ter sido no jornal X e não no Y, bem,talvez o novo presidente tenha feito o mesmo que boa parte dos candidatos a vereador,aaa desculpe, segundo seu raciocínio, tudo é fruto das ordens do prefeito! Zé, na boa,já tá ficando ridículo!

Edson Riera disse...

Anônimo das 18:47 horas,

Conheço o Cacá desde muito antes de todos vocês.

Zelador

Anônimo disse...

Sim, vocês trabalharam juntos naquela empresa portuguesa que faliu né?

Edson Riera disse...

Anônimo das 20:49 horas,

Trabalhamos sim. É um moço capaz. A empresa está funcionando, aliás, nunca parou um só dia. Aparentemente vai muito bem. Chama-se Cabelauto e até construiu o Teatro Municipal de Itajubá. Sabia ?

Zelador

Anônimo disse...

Sim sei que eles construiram o teatro, mas nem você nem ele estavam mais lá. Já tinham saído quando faliu. Os méritos são para os que vieram depois de vocês.

Edson Riera disse...

Anônimo das 22:09 horas,

Quando foi decretada a falência da Cabelauto e Cabelte, fui convocado pelo Juiz, Dr. Palmieri, para gerenciar a empresa e manter os empregos. A Cabelauto se reegueu com a participação dos fornecedores, clientes, funcionários e da entrada quase imediata do Diretor José de Oliveira Junior, que está lá até hoje. As instalações da Cabelte voltaram para o município, graças a uma cláusula do Prefeito Chico. Passou oficialmente para Itajubá no governo Jorge. O atual prefeito trocou o prédio da Cabelte, cedendo-o para a Cabelauto, pela construção do Teatro. Para seu conhecimento, teve muito suor de muita gente antes do Prefeito atual correr para os abraços.
É a vida...
Zelador

Anônimo disse...

Zelador acho que montaram no QG do RR na Boa Vista um setor de espionagem de seu blog. São rápidos, porem pouco convincentes nos fakes que criam.

Vou dar uma dica para eles: procurem mudar o português, a forma da montar as frases, incluam uns errinhos de escrita, ajuda muito a disfarçar pois como esta fica claro que são tudo mais do mesmo.

Anônimo disse...

Uai... não foi o que eu disse? Os méritos vão para os que vieram depois, inclusive para o Rodrigo, que foi quem fez o acordo de ceder a Cabelte em troca do Teatro. Simples!