terça-feira, 26 de abril de 2016

LIVRO, PRESENTE DE AMIGO


Talvez, esse não o caso. O livro "Assassinato de Reputações II", do Romeu Tuma Jr e Cláudio Tognolli (Matrix Editora), revela bastidores da Operação Lava Jato, principalmente, através dos depoimentos prestados pela Meire Poza, contadora do doleiro Alberto Youssef e amiga e parceira do seu braço direito, Enivaldo Quadrado.
Relata, com mais detalhes, o abuso e a desfaçatez dos governos petistas.
Nada do que já não tenha sido mostrado nos jornais, revistas e telejornais. Já no final da leitura, algo que ainda não foi devidamente investigado nos assusta.
Trata-se da "caixa preta do BNDES". Absurdos sobre empréstimos feitos para países da América do Sul (os mesmos de sempre) para construção de grandes obras, logicamente, por empreiteiras brasileiras, cujos donos ou estão presos ou caminhando com tornozeleiras eletrônicas. A maionese desanda quando se trata dos generosos "perdão" das dívidas, pelo Brasil, das enormes dívidas dos países africanos.
Sempre com obras e novos financiamentos, sem seguros e garantias, é claro. 
Lula levado à loucura pela vaidade. Conquistar votos que proporcionassem ao Brasil uma Cadeira no Conselho de Segurança da ONU (?) e quem sabe, sob a cortina de estar combatendo a pobreza na Africa, conseguir indicação para o Nobel da Paz (?).
Sinceramente ? Melhor não ler.
Primeiro, porque só levanta as lebres. Segundo, porque dentro em breve leremos com detalhes nos jornais.
Estamos lascados.

Viver é Perigoso     

7 comentários:

Anônimo disse...

Zé, esse livro como o anterior mostra uma infinidade de dados e informações sobre a sujeirada que esta por ai, de ontem e de hoje, e incrivelmente não vejo ou ouço nada a respeito por parte das autoridades policias e judiciarias. É como se estes 2 livros não existissem.

Saulo

Anônimo disse...

Zézinho

Idem , idem para a "Privataria Tucana"

Alaor

Anônimo disse...

Tem uma diferença mínima entre estes livros do Tuma e da Privataria. O do Tuma parece ser baseado em fatos concretos já o outro já do desmascarado como uma fraude.

Anônimo disse...

Recadinho pro alaor! TOMOU!

Edson Riera disse...

Anônimo das 19:56 horas,

Não li e não me interessei pelo tal livro "privataria". Os fatos citados pelo Tuma estão aí para todo mundo ver. Dezenas de graúdos mencionados estão devidamente recolhidos em Curitiba.
Não sei o que diz o livro de cabeceira do Alaor, mas perto do que está sendo esclarecido na operação lava-jato , zelotes, e outras, face a possível diferença de atuação dos protagonistas, o tal "privataria" poderia ser lido pelos alunos do Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista, é claro.

Zelador

Edson Riera disse...

Anônimo das 10:02 horas,

Sobre o Processo na Justiça mencionado. Vou me informar.

Grato,

Zelador

Anônimo disse...

Anonimo das 19:56 - Realmente a diferenca e pequena , um se refere ao PT e o outro ao PSDB e a diferenca e que um tem liberacao para roubar .
Quanto a fraude , me informe a respeito que desconheco .

Zezinho - Nao fica bem pra vc o tal do nao li mas mesmo assim comento a respeito . Que se passa ?

Alaor