sexta-feira, 4 de março de 2016

REAÇÃO ESTUDANTIL ANTIGA


Nos antigamente, na Boa Vista, é claro, os times de futebol não perdiam de ninguém. Ganhavam sempre ou no máximo da tragédia, empatavam.
Perder jamais. Impossível.
Explico:
Todos os "atletas" eram treinados para no caso da possibilidade de uma derrota inevitável, com o placar adverso e o tempo regulamentar se esgotando, "quebrar o pau" e interromper a partida, suspendendo-a definitivamente.
Aconteceu diversas vezes.
Está acontecendo o mesmo hoje.
Os petistas, lulistas e dilmistas (não são necessariamente os mesmos), concluiram que  o jogo está perdido. Estão levando de goleada. Jogaram mal. O time é se segunda categoria. O craque do time está prestes a levar cartão vermelho.
Então, como nos velhos tempos juvenis, com o jogo inevitavelmente perdido, procuram provocações, convocações e bradar ordens desconexas, visando interromper e cancelar o jogo.
O craque do time (ou ex-craque), após ouvido, ao invés de ir para sua casa, encaminha-se para a sede do seu partido, como se uma trincheira fosse.

Fim do jogo.

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: