sábado, 12 de março de 2016

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO

O deputado estadual Ulysses Gomes e os prefeitos das cidades de Cristina e Pedralva, Marcio Barros Ribeiro e Joel Silva, se reuniram com o reitor da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), professor Dagoberto Alves de Almeida, o vice-reitor, professor Paulo Sizuo Waki, e com os professores Geraldo Lúcio Tiago Filho, diretor do Instituto de Recursos Naturais e o professor Benedito Cláudio da Silva, presidente da comissão para elaborar uma proposta para reativar o sistema de monitoramento de enchentes, para buscar contribuições da Universidade em um trabalho para evitar que aconteçam novas catástrofes na região provocadas pelas chuvas.
 O encontro aconteceu por iniciativa do deputado Ulysses, que salientou “a importância de se fazer um trabalho de prevenção das enchentes, principalmente conscientizando as prefeituras de que determinadas atitudes precisam ser tomadas”.
 Os prefeitos apresentaram o cenário de suas cidades após as fortes chuvas que provocaram grandes perdas de bens públicos, como os livros da biblioteca da escola, veículos de um posto de saúde e bens de particulares.
 Os professores Tiago e Benedito apresentaram o Projeto SP3M – Sistema de Previsão, Monitoramento, Modelagem e Mitigação de Eventos Extremos para a Bacia Hidrográfica do Rio Sapucaí – que propõe estudar a Bacia do Rio Sapucaí realizando medições para verificar o comportamento dos rios conforme o volume das águas e sugerindo ações factíveis como a recuperação da mata ciliar. Além de mapear os locais que sofrem constantes alagamentos e para verificando as causas e as ações que podem ser realizadas.
 O professor Tiago enfatizou que “esses acontecimentos são a resposta da natureza ao comportamento humano e que se faz necessário a mudança da postura da sociedade”.
(Importante nota - Alertado por comentarista do Blog)
Viver é Perigoso

Nenhum comentário: