quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

CARNAVAL NO PRECIPÍCIO


A The Economist não dá trégua. Na edição desta semana, com título "Festejando no precipício", a publicação diz que o feriado de Carnaval não vai proporcional nenhuma pausa na crise do País que sofre com o aprofundamento da situação política e econômica e ainda tem de lidar com o surto do zika vírus.
Registra, que outros problemas econômicos continuam crescendo no Brasil e apenas no ano passado 1,5 milhão de trabalhadores foram demitidos das empresas. Neste ano, a revista diz que outro 1 milhão de empregados podem perder o trabalho. Enquanto ainda tem de lidar com a ameaça de impeachment.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: