quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

NATAL ILUMINADO


Com as músicas próprias da época, enfeites, árvores iluminadas, propagandas bem feitas, lembranças, muitas lembranças, os corações amolecendo, olhos úmidos, vontade de cumprimentar e abraçar. Como cantava a onipresente Simone, "então é natal".
Com esse espírito é bom não ler jornais nos dias de hoje. Melhor dar uma alienadazinha básica.

Não foi o que aconteceu comigo. Caí na besteira de ler uma noticia publicada no site G1, da Globo. Fiquei inicialmente curioso, porque a notícia se referia a Santa Rita do Sapucaí, chamada de Vale da Eletrônica, terra do influente Deputado Federal, Bilac Pinto.

Uma ONG da cidade vizinha, que ajuda a realizar sonhos natalinos, recebeu uma cartinha do menino Luciano Messias, de 9 anos de idade. Chamou atenção pela simplicidade. 

Na carta para o Papai Noel, Luciano conta que a mãe está desempregada e não tem como pagar a conta de luz. Já são sete meses à luz de vela. Rogou ao Papai Noel a volta da luz.

 A ONG apurou que a dívida com a concessionária de energia elétrica está em R$ 409. Além disso, o fornecimento de água também foi cortado.

Para a mãe, que recebe R$130,00, a iniciativa do filho foi uma grande surpresa. "Fiquei assim assustada, porque ele falou que era bola que ele queria".

Luciano admite que, se tivesse luz em casa, a bola seria o principal objeto de desejo no Natal de 2015, mas ele até já faz planos para quando a energia voltar. "Vou assistir desenho", garante.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Ana Luisa