quinta-feira, 19 de novembro de 2015

CONFIRA O REPLAY

Há tempos, passei uma temporada frequentando uma Clínica de Fisioterapia em São Paulo. Sequelas de um pequeno acidente. Diariamente, aguardava ser atendido, por 10 ou 15 minutos, na confortável sala de espera. Não era ainda época de internet, smartphones e outra modernidades.
De imediato, tomava um jornal posto na mesinha central e corria os olhos pelas manchetes. Após uma semana de leitura, comentei com um amigo:
- PQP ! como tem caído avião nos últimos tempos. Só esta semana foram três ou quatro.
Fui corrigido. 
Como em todos os consultórios, jornais e revistas são do tempo do onça e dificilmente renovados. 
Conclusão: Andei lendo o mesmo jornal.
Pois bem: Também há tempos, venho ouvindo e lendo no noticiário da terrinha sobre o recebimento, pela Santa Casa de Itajubá, de R$ 500 mil do governo federal. Dinheiro para compra de equipamentos de ultrassom e endoscopia. Recursos originados por indicação do Deputado Dimas Fabiano.
Hoje, lendo os jornais da terrinha, fiquei admirado. A Santa Casa está nadando de braçadas. Aparelhos e mais aparelhos. Grana e mais grana.
Como o Deputado Dimas Fabiano neste momento de brutal contingenciamento na liberação de recursos, consegue emplacar tantas indicações.
Conclusão: Ando lendo o mesmo jornal.

Viver é Perigoso  

BOAS NOVAS !


Encontrei hoje no almoço na Cantina Meazzini, na Boa Vista, é claro, um bom amigo médico. Conversa vai e conversa vem, ele mandou uma receita e autorizou que a repassasse no blog. Não tem contra-indicação.
Diariamente, adotar uma boa dose de otimismo por 60 minutos. Tem que ser tomada de uma só vez.. Não vale espalhar em pequenas pílulas de tempo no decorrer do dia.
Que fique claro ! A medicação só é válida no período das 24:00 às 06:00 horas. Não tem eficácia durante o sono.
Começo o tratamento hoje e escolhi um horário que sempre me foi crítico. Das 17:00 às 18:00 horas.
Vamos lá, imediatamente, para a primeira dose:
Acabei de ler a entrevista do Rodrigo Sampaio Melo, Secretário Municipal de Ciência, Tecnologia, Indústria e Comercio de Itajubá.
Informou o Secretário, em primeira mão, que ainda neste mês de novembro irão anunciar três novas empresas em Itajubá. Elas serão instaladas no Distrito Industrial I, próximas à Mahle, Balteau e a Helibrás. Serão gerados, diretamente, mais de 200 empregos.
E tem mais: Além dessas três, a Prefeitura tem ainda em torno de 12 empresas interessadas (efetivamente) estudando a cidade como opção de instalação. 
Vamos lá !

Viver é Perigoso

ENTÃO É NATAL ...


É DISCO QUE EU GOSTO



Uma lembrança do melhor conhecedor do Nelsão em toda Minas Gerais. Alaor "Gonçalves" Vieira. Um fox maravilhoso composto pela dupla Mario Lago e Custódio Mesquita. Fez um sucesso extraordinário com Orlando Silva, o cantor das multidões, mas a gravação do Nelson é de arrepiar.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Marthina Brandt - Miss Brasil 2015

PODE CRER !


Não sou assíduo frequentador do Facebook, mas quando navego por aqueles turbulentos mares, sempre leio postagens do Christian Marcel dos Santos, com quem tive poucos contatos. 
É um abnegado. Um fiscalizador com pedigree. Não dá trégua para a atual Administração. Pelo que leio, deverá ser um forte candidato a vereador nas próximas eleições.
Li agora uma sua postagem sobre a Audiência Pública acontecida ontem à noite na terrinha.
Acreditem, foi sobre as aventuras da implantação das Zonas Coloridas de estacionamento rotativo na cidade.
Não sei detalhes e nem quem se manifestou e como. Diz ele, Christian Marcel, que vai ser solicitada a interrupção da cobrança até que esclarecimentos gerais sejam prestados.
Não quero adiantar o que não sei em detalhes, mas se um dos seis vereadores da base aliada e fiel ao Prefeito se manifestou favoravelmente a suspensão do pagamento, a ordem veio lá das bandas da Estiva.
Podem crer.

Viver é Perigoso

SÓ POR CURIOSIDADE

A Prefeitura Municipal, vira e mexe, anuncia que as obras de revitalização do Centro Comercial da cidade vêm de uma parceria entre a própria prefeitura e o empresariado. Interessante.
Como o Executivo não tem muito o costume de repartir méritos...  
Dirão que se trata de outro departamento, mas recentemente o Executivo foi insensível ao justo pedido de ajuda, feito publicamente pelas entidades, no convencimento dos vereadores a não elevar para 17 o número de cadeiras na Câmara. 
Apenas gostaria de entender como funciona a tal parceria. 
Que fique claro, a revitalização deve ser tomada também como investimento e não tão somente como custos.
Fica bonito, o povo sai mais para as ruas, aprecia as vitrines e acaba gastando uns cobrinhos a mais. 
Voltando a revitalização, imagino que seria um acordo celebrado entre a Prefeitura, a ACIEI e o CDL. 
Não sei se apoio moral, apoio através de ideias e projetos e apoio financeiro. 
O ex-super Secretário, Adilson Primo, de saudosa participação no governo, dizia sempre que a parceria seria financeira.
Em tempos normais da economia já seria difícil. Nesses tempos bicudos, sei não.
Os associados das entidades, logicamente, têm conhecimento da colaboração. Nós, meros mortais, abelhudos por natureza, apreciaríamos ter nossa curiosidade desfeita. 

Viver é Perigoso