quinta-feira, 1 de outubro de 2015

BALCÃO DE MAUS NEGÓCIOS


O VELHO LOBO DO MAR - VERSÃO ORIGINAL E VERSÃO ATUAL

 
VERSÃO ORIGINAL
Há muito tempo viveu um homem do mar, o Capitão Bravo. Era muito valente e jamais teve medo diante de um inimigo.
Certa vez, navegando pelos sete mares, um dos vigias da embarcação viu que se aproximava um barco pirata.
O capitão Bravo gritou:
- Tragam-me minha camisa vermelha!
E vestindo-a ordenou aos seus homens:
- Ataquem! Ataquem e vençam os piratas!
Uns dias mais tarde, o vigia viu dois barcos piratas. O pirata pediu novamente sua camisa vermelha e a vitória voltou a ser sua. Nesta mesma noite, seus homens perguntaram porque ele sempre pedia a camisa vermelha, antes de entrar na batalha, e o capitão respondeu:
- Se sou ferido em combate, a camisa vermelha não deixa ver meu sangue, e assim os meus soldados continuam lutando sem medo.
Todos os homens, diante daquela declaração, ficaram em silêncio e maravilhados com a coragem de seu capitão. Logo no amanhecer do dia seguinte, o vigia viu não um, mas DEZ barcos piratas que se aproximavam.
Toda a tripulação dirigiu, em silêncio, os olhos para o capitão, que, com voz potente, sem demonstrar nenhum medo gritou:
- Tragam-me minha calça marrom !

 
VERSÃO ATUAL
Há muito tempo viveu um homem reivindicador, o Capitão Luís Inácio. Era muito valente nas portas das fábricas do ABC, devidamente protegido por ser diretor de sindicato, jamais teve medo de um inimigo.
Certa vez, fazendo um piquete em frente a fábrica da Volkswagen, um dos seus assessores viu que se aproximava um camburão da polícia.
O bravo capitão, com uma meia-dúzia de 51 na cabeça, gritou:
Tragam-me minha camisa vermelha !
E vestindo-a ordenou aos seus homens:
Cantem! cantem! o hino nacional e façam a polícia bater em retirada.
Uns dias mais tarde, numa manifestação na porta da Brastemp, um dos seus assessores avistou se aproximando, dois camburões da polícia. O capitão pediu novamente a sua camisa vermelha e incentivou os companheiros a gritar "o povo unido jamais será vencido". E a vitória voltou a ser sua.
Nesta mesma noite, num botequim de São Bernardo, seus assessores perguntaram a razão de ele sempre pedir a camisa vermelha, antes de entrar na batalha, e o capitão respondeu:
- Se sou ferido em combate, a camisa vermelha não deixa ver meu sangue, e assim os meus companheiros continuam reivindicando sem medo.
Todos os homens, diante daquela declaração, ficaram em silêncio e maravilhados com a coragem de seu capitão. Logo no amanhecer do dia seguinte, um sindicalista bancário japonês chamado Okamoto, não viu nenhum camburão, mas DEZ vans da Polícia Federal, todas com placas de Curitiba.
Toda a companheirada dirigiu, em silêncio, os olhos para o capitão, que, com voz potente, sem demonstrar nenhum medo gritou:
- Tragam-me minha calça marrom !
 
Viver é Perigoso

 
 

IMPOSTO AUMENTO IMPOSTO

Deputados mineiros que foram cúmplices no aumento do ICMS. Vender imóveis e aumentar impostos são recursos dos despreparados para administrar em épocas de crise. O primeiro passo, num tempo difícil é reduzir custos.
Estamos lascados.
Um itajubense consta da letra da música- homenagem. Deputado Ulysses Gomes.

https://soundcloud.com/hojeemdia/98-fm-cria-parodia-apos-deputados-de-minas-aprovarem-aumento-de-icms-em-1-turno

Viver é Perigoso

GRANDE SPONHOLZ !