sábado, 12 de setembro de 2015

GOSTO NÃO SE DISCUTE


Depois dizem que é implicância quando o blog opina que a coisa que mineiro mais aprecia, depois de uma medalha, é um queijinho.

"O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), entregou, neste sábado, para 86 pessoas a Medalha JK. A honraria foi concedida durante evento em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha. "

Viver é Perigoso


SÓ BLUES


MOÇA BONITA

Hailey

SOBRE PUBLICIDADE NA IMPRENSA

 
Se a imprensa, para existir, depende da boa vontade de quem governa, não poderá atender a contento ao direito à informação de que todo cidadão é titular.
Suas informações estarão contaminadas ou mesmo capturadas pela óptica do próprio poder. É por isso que se diz, com acerto, que a imprensa que serve à óptica do poder não pode ser chamada de imprensa.
A imprensa não deve depender de governos em termos legais ou institucionais, mas também não deve depender deles em termos econômicos. Quando os governantes pagam as contas das redações é sinal de que algo desandou. E então, quem deve pagar essas contas? Tem-se repetido que a publicidade é que assina o cheque. A publicidade seria a maior financiadora da imprensa. Pelo menos é assim que tem sido. O dinheiro arrecadado com a venda de exemplares avulsos e de assinaturas (incluindo assinaturas digitais) ainda não é suficiente. E no caso das emissoras de rádio e televisão de sinal aberto é igual a zero.
Absolutamente toda a arrecadação vem da publicidade. Desse modo, há quem diga ser a própria garantidora da liberdade de imprensa.
 
(Trecho pinçado de artigo escrito pelo jornalista e professor Eugênio Bucci para "O Estado de São Paulo") .
 
Blog: Pois é... 
 
Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA !

 
A Câmara de Três Pontas (MG) aprovou em primeiro turno na noite de quinta-feira (11) a redução do número de vereadores para a próxima legislatura.
De acordo com o projeto de lei apresentado, em vez de 15, serão eleitos 11 candidatos nas próximas eleições.
Segundo a Polícia Militar, cerca de cem pessoas compareceram ao plenário para acompanhar a reunião. O projeto inicial propunha a redução para 13 vereadores. No entanto, durante a reunião, duas emendas foram apresentadas, uma propondo a diminuição para 11 e outra para 10 parlamentares.
Os vereadores aprovaram a emenda para 11 cadeiras e, na sequência, o projeto em si. A proposta agora segue para segundo turno, o que só pode acontecer no mínimo dez dias depois da primeira votação.
 
Blog: Na terrinha, vaga pela Câmara um Projeto do Vereador Zé Maria propondo reduzir de 17 para 13 (número do PT). Por que não uma emenda para 10 ?
Juízo moçada.
 
Viver é Perigoso