quarta-feira, 26 de agosto de 2015

O PÓ DA HISTÓRIA

 
Muita gente indignada com o presidente boliviano Evo Morales, que disse que, "se houver golpe", ele e os bolivianos "vão defender a democracia no Brasil". A interpretação é de que Morales ameaçou agir militarmente (o que não chegou a dizer). Mas não há motivo para preocupação. No final do século 19, vitorioso na guerra franco-prussiana, o primeiro-ministro alemão Otto von Bismarck foi informado por um jornalista de que a Grã-Bretanha, enfraquecida pela Guerra da Crimeia e há longos anos enfrentando apenas lutas coloniais, ameaçava intervir na Europa.
O jornalista quis saber qual seria sua reação se os ingleses desembarcassem. Bismarck não hesitou: "Ora, chamaria a Polícia!"

Carlos Brickmann

Viver é Perigoso

O MUNDO ENCANTADO


NOSSA ESCOLA

 
Notícias dão conta, que das 63 universidades federais, 50 completaram 80 dias de greve, em protesto contra os cortes na previsão orçamentária de 2015 determinados pelo Ministério da Fazenda.
Prejuízo incalculável.
Movimento que não chama a atenção e não sensibiliza quem quer que seja.
A nossa Escola, Universidade Federal de Itajubá, se inclui fora dos estacionados no tempo e no espaço.
Ainda bem.
As universidades, de forma geral, são conduzidas por pessoas esclarecidas e normalmente bem informadas. Mesmo considerando crenças e ideologias pessoais, os professores têm a obrigação de vislumbrar o que virá após a curva.
Em sua quase totalidade tinham a obrigação de conhecer o descontrole e desequilíbrio das contas do governo petista.
Deveriam ter plena consciência que ajustes dolorosos teriam que ser feitos. Apoiaram publicamente a reeleição da Dilma, talvez na esperança  de que na chamada "pátria educadora" o setor educacional seria intocável.
Deu no que deu.
Boa medida da nossa Escola levando adiante  o seu compromisso sem prejudicar ninguém.
É a vida...

Viver é Perigoso