segunda-feira, 17 de agosto de 2015

DE OLHO NO LANCE !


Pelo timidamente informado, o Iº Leilão de Imóveis Públicos, dos tempos modernos, promovido pela Prefeitura Municipal de Itajubá teria dado com "os burros n´água ".
Eram 13 os imóveis, entre prédios e terrenos. Receberam duas propostas, tendo uma delas sido desclassificada. O filet (segundo um comentarista do blog), o terreno na esquina da Tiago Carneiro Santiago com Simão Mauad, seria o constante da proposta validada.
Foi dado 5 dias, a contar da sexta-feira (14/8) para o chamado prazo recursal.
Fica meio esquisito esse negócio de leilão com envelopes fechados.
Não entendo muito do assunto, mas li e reli o Edital e não observei o registro de um plano B no caso de um fracasso.
Como sempre anda acontecendo na terrinha, a PMI pode tudo. Um novo edital com condições mais interessantes deve acontecer, mesmo porque, a grana sonhada deve estar fazendo uma falta danada.
Quem sabe o investidor que levou no primeiro leilão o terreno da Tiago Carneiro Santiago, se anime e compre o terreno anexo e depois, mais tarde, o outro anexo.
Ficará com a grande área original.
É a vida...
Viver é Perigoso   

CANTINHO DA SALA

Jean-Michel Basquiat 

MOÇA BONITA

Monica Bellucci

BEAU GESTE PARCIAL


Trechos do discurso do Vereador Prof. Rui :
"...Baseado nas leis e na constituição brasileira, o vereador tem por atividade principal a fiscalização do executivo, fiscalizar as atividades e os gastos do executivo.
Outra atividade de grande importância e a elaboração e aprovação de leis que permite organizar a vida do município para termos uma convivência civilizada e democrática.
 Hoje em dia o vereador tem como uma das principais atividades a intermediação de grande parcela da população e a Prefeitura. Significa intermediar as reivindicações do cidadão junto a Prefeitura.
 O grande objetivo do vereador, diferente das empresas que busca o lucro, é a melhoria da qualidade de vida de seu povo.
Para alcançar seu emprego no mercado de trabalho o candidato passa por um processo de recrutamento e seleção apresentando seu currículo e suas habilidades para o cargo. No caso de candidatar a um cargo de vereador, as leis não exige nenhuma habilidade, mas, o candidato tem que passar pelo crivo das urnas, o que não é uma tarefa fácil nos dias de hoje.
O grande problema, ou um dos principais problemas a meu ver é que o exercício da atividade política no Brasil se transformou num carreirismo, e mais, a figura do político profissional associado ao alto custo das campanhas eleitorais tem inibido muita gente de bem e com grande disposição para o trabalho de participar da política.
Sem dúvida, o profissionalismo político no âmbito de vereadores se deve aos altos salários e mordomias legais ou institucionalizadas, aspectos que precisam ser reconsiderados, ainda de difícil enfrentamento.
... Gradualmente, foram sendo estabelecidos grandes valores salariais até o extremo que chegou agora, de tal forma que em muitas cidades o salário dos vereadores chega ser o maior do município. Passou a ter grande importância eleger-se (ou reeleger-se) para a Câmara por conta dos altos salários promovendo uma disputa acirrada e cada vez maior, o que gerou outro desequilíbrio: altos custos da campanha, exigindo investimentos cada vez maiores. Esta cada vez mais caro fazer uma campanha eleitoral o que inibe muita gente boa de candidatar-se.
Sendo coerente com nossa firme convicção da necessidade de aumento da representatividade nesta Casa, estamos propondo que cortemos na carne para garantir maior participação. Um corte de 50% dos nossos salários como forma de aumentarmos a representação sem sacrificar os recursos do nosso município. Penso que um corte deste tamanho irá compensar os gastos com o aumento do número de vereadores, lembrando que, no meu entendimento, não precisamos aumentar mais a estrutura da Casa, com os recursos que a Câmara possui hoje podemos trabalhar tranquilamente com mais vereadores.
Faço um apelo ao senhor presidente que vem fazendo um discurso de austeridade e economia, que leve esta proposta a mesa diretora. Só a mesa diretora, pelo regulamento, tem o poder de propor este corte. Portanto peço que o senhor presidente, mostre de fato que está empenhado em cortar gastos e elabore junto a mesa diretora esta proposta de corte.
Imagino que será um gesto revolucionário no Sul de Minas, a mesa diretora e a Câmara Municipal de Itajubá estará dando um bom exemplo aos outros Municípios ao redor, onde sabemos, existem salários bem maiores do que é pago em nossa cidade.
Tenho a consciência tranquila em fazer essa proposta, desde o inicio, quando foi colocado a proposta do aumento no numero de vereadores, eu já coloquei como pré-condição a diminuição dos gastos através dos nossos vencimentos.
Portanto senhor presidente, esta na hora de tomar uma decisão corajosa e de grande impacto político, é o que esperamos de Vossa Senhoria."
Blog: Não entendi. Corte nos "nossos" salários de hoje em 50%, valendo para o segundo semestre de 2015 e o ano de 2016, ou valendo a partir do próximo mandato ?
Com 17 vereadores, caso seja mantida mudança aprovada pelos próprios vereadores, a redução de custos vai ser zero, ou certamente elevada pelo número de novos assessores, etc. 
Interessante a citação das principais funções dos vereadores. No meu ponto de vista, a maioria (os sete) não tem seguido nenhuma delas. 
Poderemos manter os mesmos dez vereadores como atualmente, com redução de 50% do salário ou melhor ainda, com um salário mínimo oficial do país.
Prezado Rui :
17 com 50% do salário atual ??? Sua proposta ficaria razoável mantendo os dez.
Viver é Perigoso 

FAZ SENTIDO !


"Mesmo que Dilma seja removida, provavelmente haveria outro político medíocre para substituí-la e, em seguida, tentar adotar o mesmo de programa de estabilização econômica que ela está tentando fazer”
Financial Times