quinta-feira, 25 de junho de 2015

VENDE-SE !



Área do terreno: 75.774 m2
Área construída: 14.748 m2
 
Nada mais triste para uma cidade que o encerramento das atividades de uma unidade industrial. Empregos e arrecadação vão se embora.
A PK Cables do Brasil Indústria e Comércio Ltda colocou o seu prédio à venda.
Interessado ? Fale com a Herzog - Imóveis Industriais e Comerciais - Tel (011) 3089-7477
No local já funcionou a ESKA, Hora Minas e a AFL, que pela participação intensa na comunidade chegou a ser chamada da 2ª prefeitura da cidade. Bons tempos.
Sinal dos tempos complicados para a industria automobilística. O município já foi devidamente ressarcido por eventuais investimentos feitos como incentivo no passado. Trata-se de um bem privado e ponto.
Poderia sim, ser adquirido pela prefeitura e transformado num centro de exposições e eventos da cidade. Mas como, se alguns importantes imóveis pertencentes ao povo estão sendo passados "no cobre" para fazer caixa ?
Poderia ser um atrativo para trazer e instalar na cidade uma outra indústria. Como, no meio da crise ?
Puxa um outro assunto. Li há pouco tempo no Jornal Itajubá Notícias uma nota da PMI comunicando a desapropriação do prédio da antiga Alteco, às margens da BR-459. Em princípio imaginei tratar da instalação de uma das empresas sempre anunciadas pela atual administração.
Esta semana fiquei sabendo que foi adquirida por um investidor local.  Teria a Prefeitura adquirido o imóvel através de desapropriação e revendido como negócio ? Não. Dizem que o processo de desapropriação foi cancelado.
Explicação e justificativas ?
Na terrinha perguntar e buscar esclarecimentos sobre coisas públicas virou pecado mortal. Nossas autoridades não acompanham os acontecimentos que vêm balançando o país.
Questionamento pelos vereadores ? Exceto por dois últimos moicanos, creio que tentam buscar algum espaço nas suas repletas agendas programadas de améns. 
Esquecem que o melhor desinfetante continua sendo a luz do sol.
Voltando a PK Cables, nossas autoridades lutaram pela manutenção das atividades da empresa na cidade ? Creio que não, uma vez que tomaram conhecimento do desenlace como nós. Pela manifestação de desespero do Sindicato dos Metalúrgicos.
Finalizando, atentem para o texto repleto de perguntas. Razão: Não esquecer de como fazê-las.
 
ER 


MULHER SAPIENS


A QUALQUER MOMENTO


Fortes indícios dão conta da possível prisão de um graúdo da República. Atentem: A Polícia Federal no Paraná, antes da prisão de empresários e políticos, providenciou generoso estoque de livros para que, através da leitura, o tempo passado na prisão pelos acusados de corrupção fosse amenizado evitando depressão, etc.
A PF adquiriu ontem em Curitiba, grande quantidade de cadernos de pintura e caixas de lápis de cor. Aguardem.

Clarin da Boa Vista

PODERÍAMOS PASSAR SEM ISSO

 
A Polícia Federal cumpre nesta quinta-feira (25) mandado no apartamento do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, no bairro da Serra, em Belo Horizonte.
As buscas, feitas no âmbito da operação Acrônimo, foram autorizadas pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça). Por volta das 7h30, a reportagem do Valor flagrou dois automóveis da PF estacionados em frente ao imóvel de Pimentel.
A investigação corre sob sigilo porque envolve suspeitas de irregularidades na campanha do governador de Minas Gerais. O inquérito apura lavagem de dinheiro e a origem de cerca de R$ 100 mil encontrados em um jatinho no aeroporto de Brasília no ano passado. São investigados desvios de verbas em contratos com o governo federal de 2005.
Há três semanas, a PF prendeu o empresário Benedito Rodrigues Oliveira Neto, o Bene, próximo do governador Pimentel.
 No dia 29 de maio, agentes federais cumpriram mandado de busca no apartamento da primeira-dama de Minas, Carolina de Oliveira, em Brasília.

Uol

Blog: Sinceramente, não podemos congratular com essa ação da Polícia Federal. Afinal, trata-se do governador de Minas Gerais. Tudo bem que seja do PT,mas é o nosso governador dos mineiros, muito embora tenha perdido as eleições em Itajubá.
Faz lembrar do dito popular:
"Não vai ganhar as eleições. Se ganhar não toma posse. Se tomar posse não termina o mandato."
É a vida... Capaz de sobrar para o Odair Cunha e para o Ulisses.
 
ER

O BILHETE