quarta-feira, 20 de maio de 2015

NEGÓCIO DA CHINA

 
Vez por outra pega bem soltar umas notícias boas. Anima a rapaziada. Depois...? A turma esquece. 
 
"Em 12 de abril de 2011, quando de viagem a China, a presidenta Dilma Rousseff (em seu primeiro mandato) anunciou um projeto de investimento no valor de US$ 12 bilhões da empresa chinesa Foxconn na área de tecnologia da informação do Brasil. Com duração de seis anos, o investimento seria voltado para produção de telas usadas em equipamentos como celulares de terceira geração e iPads.
O então ministro da Ciência e Tecnologia, Aloízio Mercadante, disse que o investimento deveria gerar 100 mil empregos, entre eles, para 20 mil engenheiros. Além disso, a Foxconn, pretende construir uma "cidade do futuro" para 400 mil pessoas, onde será instalada a fábrica.
O governo destacou agora uma comissão que vai se dedicar a negociar os detalhes com a empresa, afirmou o ministro.
A presidenta citou ainda os investimentos, também no ramo da tecnologia da informação, da Huawei e da ZTE, entre US$ 300 milhões (R$ 473 milhões) e US$ 400 milhões (R$ 630 milhões) e também um investimento de US$ 300 milhões (R$ 473 milhões) na construção de uma planta de processamento de soja na Bahia."
 
E segue a vida...
 
ER