quarta-feira, 13 de maio de 2015

VISÃO DA REDE - A EXPEDIÇÃO


Visão romantizada da internet sobre o episódio:

Após a sua tentativa atabalhoada de intervenção no ar, na semana passada, quando de uma entrevista concedida pelo Vereador Wilson Marins, à jornalista Célia Rennó, o Prefeito resolveu escalar novamente o estúdio da JovemFM.
Um fato que deveria ser rotineiro, provocado pelo Facebook, quase se tornou um acontecimento.
Com certeza, para os assessores e os mais chegados, vivendo no momento, próximos do calorzinho confortável da situação, o Prefeito cumpriu uma missão épica. Uma expedição corajosa como uma escalada ao Everest durante o terremoto. E foi sozinho.
Para o Programa foi um achado. Uma vitória. Uma abertura acontecida num processo ditatorial. Perguntas mis (plural de mil) foram feitas antecipadamente pela internet. A maioria sobre remédios, buracos de rua, iluminação, reforma de prédios, limpeza de ruas e segurança.
Um tema atual e fundamental (que provocou a expedição do Prefeito à Rádio) foi tratado:
A comercialização de bens públicos. Terrenos e prédios. 
Dado o interesse conversaremos mais sobre o assunto.
Resumo antecipado:
Não alterou a cotação do dólar.
É a vida...
 
ER 

LULA, O PROBO


FAKES DO INTERIOR

 
Ouvido agora há pouco, pasmem, num pequeno e simples restaurante nas proximidades da Av. Paulista sobre o que poderá acontecer na terrinha:
 
- Paguei e estou pagando para a sua empresa uma grana preta para caçar fakes na internet. Quero saber quem são aqueles que tentam denegrir a minha imagem. Exijo resultados.
 
- Pois não chefe, já temos em mãos o primeiro relatório. 35 fakes já foram detetados nos grupos da internet da cidade.
 
- Quero todos processados e se possível na cadeia.
 
- Chefe, não recomendamos medidas tão abruptas e drásticas. 32 deles são nossos.
 
- PQP.

Viver é Perigoso

NAS ENTRELINHAS

 
De longe, ouvi um grande trecho da quase entrevista que o Prefeito Rodrigo Riera concedeu ao Informativo 987, da Jovem FM.
Como sempre, deu uma canseira danada na entrevistadora Célia Rennó. O diretor da rádio, Eng. Mafra, não participou. Sinceramente, espero que por opção dele.
Creio que o Prefeito ainda não deu conta da situação, mas por duas ou três vezes, admitiu e confessou que é político. Isso hoje é prova de coragem.
Mesmo com essa falha continuo, pessoalmente, gostando do Rodrigo Riera.
O tempo nos tem mostrado que, quando de pronunciamentos de políticos, o mais importante é o não dito e o registrado "de passagem".
Isso posto, se é que ouvi direito, uma "deixa" do nosso Administrador foi extremamente significativa.
Espera-se uma arrecadação de R$ 170 milhões para 2015. Isso é bom.
Segundo o Prefeito, a despesa com a folha de pagamento de funcionários está em 47% . Em números apróximados, R$ 79.900 milhões/ano. Ouvi-o, quase sussurando, que deve cair para 43%, ou seja, da mesma forma, R$ 73.100 milhões/ano.
Numa pancada só, uma economia de R$ 6.800 milhões/ano. Ou melhor, uns R$ 520 mil/mês.
Registre-se: entendi como sendo a redução de 4% na folha de salários. Como os salários não podem ser diminuídos e como funcionários concursados têm estabilidade de emprego, tudo indica que o facão vai comer solto entre os contratados. Aí entram os assessores.
Até entendo a razão de não ser dado destaque à redução de custos.
Caso o Prefeito tenha falado sério e não tenha se equivocado nos números, a Administração estará fazendo a parte dela para enfrentar a crise.
É a vida...

ER

CANTINHO DA SALA

Joan Miró

PODE ISSO ARNALDO ?

Sou de setembro de 47. Nascido, criado, casado, formado e quase aposentado na terrinha. O primeiro prefeito que conheci foi o Dr. Vicente Vilela. Virou lenda a sua participação pessoal na abertura da Rua Major Belo Lisboa. Foi eleito novamente para outro mandato.
Conheci e recordo bem da Administração José Maria Campos. Da excelente primeira Administração do Dr. Rosemburgo Romano e da não muito boa segunda Administração.
Saudade da Administração do Professor Capitão Tigre Maia. Corretíssimo o nosso professor Dr. Pedro Mendes na sua passagem pela prefeitura.
Muito boa a Administração Ambrósio Pinto. Difícil a Administração do Saulo Germiniani. Para mim, excelentes as Administrações do Chico. Séria a Administração do Sr. BPS. Normal e sem muitas novidades o período do Dr. Jorge.
Posso estar enganado. Corrijam-me os mais bem informados. Nunca vi ou soube que  algum dos homens publicos citados ousaram a desfazer de algum imóvel público para efeito de prover o caixa da prefeitura. Com certeza cortaram custos e foram levados a dispensar os poucos assessores contratados
E olhem, enfrentaram crises e mais crises. Algumas superiores a atual.
Ah! dirão os mais antigos, no passado a Câmara Municipal era independente e constituida por VEREADORES, isto mesmo, com letras maiúsculas. Não permitiriam.
Um dia iria acontecer. Aconteceu e passará para a historia.
E agora ? reclamar para quem ?
Pode isso Arnaldo ?

ER