domingo, 19 de abril de 2015

COVEIROS DE SONHOS ?

 
Porque falo do Vereador Prof.Rui e não falo dos outros vereadores ?
Primeiro, porque o tenho como amigo. Segundo, porque votei nele. Terceiro, porque pedi votos para ele.
E tem mais: votei e pedi votos considerando, entre outras qualidades, o seu interesse, quase apaixonado, pelas causas nas quais acreditava, pelo seu espirito contestador e pela sua imagem de independência política.
Quanto a independência política parece, lamentavelmente, que era só uma imagem ou melhor era uma miragem.Os acontecimentos têm mostrado isso.
Continuo querendo crer que estou enganado.
Que claro fique: nunca imaginei como meu representante um vereador de oposição constante e raivosa. Muito menos um vereador obediente.
Sempre busquei um representante independente que  se posicionasse de acordo com os interesse maior da cidade.
Ninguém pode negar que o espírito contestador do Prof. Rui continua intacto. Só que desde o início do seu mandato segue contestando de forma forte e evidente as reivindicações e os pensamentos dos seus eleitores.
Portando, segue contestador.
Tempos atrás, convencido sei lá por qual doutrina, apresentou e defendeu o famigerado projeto para regulamentação de rodeios em Itajubá. Por um milagre foi derrotado por um engano de votação do Vereador Orlando e pela conversão do Vereador Wilson. Ufa !
Foi um defensor brilhante defensor da permanência da impiedosa e triste alínea L no Plano Diretor, que liberou o aterro desvairado da Várzea do Ribeirão Piranguçu. Marcante.
Agora, segundo informações publicadas, defende com veemência a venda de bens públicos para a alimentação do famélico e insaciável cofre público.
Um absurdo, principalmente, a proposta de leilão da área mais nobre da cidade, localizada ao lado do Fórum Municipal, fracionada (?) em três grandes lotes. 
O Caro Professor irá entender. Nós itajubenses sempre sonhamos com grandes projetos para ocupar aquela área. 
Enterrar os sonhos de uma comunidade é complicado. 
Ainda é tempo.

ER

CANTINHO DA SALA

Hans Hofmann