terça-feira, 31 de março de 2015

RETRATO

 
Pobre daquele que não trazia um retrato da namorada na carteira. Sim, num passado distante todos não saiam de casa sem uma.
Um dinheirinho, às vezes a carteira de identidade e a inseparável fotografia com dedicatória. Normalmente, 3 x 4, e tirada com uniforme do Colégio das Irmãs.
Na última sexta-feira o Mat surpreendeu exigindo que o permitissem levar na Escola uma fotografia, com moldura e tudo, da Vó e do Vô.
Por mais que insistissem não abriu mão. Agora anda carregando-a na mochila.
Derrubou-nos.

ER

MOÇA BONITA

Isabeli

NO PARAISO.

 
A Delphi decidiu encerrar definitivamente as suas atividades na fábrica de Itabirito, onde produzia chicotes elétricos. 800 funcionários estão sendo demitidos.
Consequência direta da crise da indústria de veículos no país, com declínio nas vendas, paralisações de fábricas, avanço dos estoques e cortes de empregos nas montadoras, está derrubando a cadeia produtiva do setor.
A Delphi informou que decidiu encerrar suas atividades em Itabirito após ter estudado a continuidade sustentável do seu negócio de chicotes elétricos na região da América do Sul.
Não oficialmente, sabe-se que a empresa vai concentrar sua produção em sua unidade de Paraisópolis, no Sul de Minas.
A situação em Minas Gerais é alarmante, conforme comentam representantes dos sindicados de metalúrgicos que não enxergam com esperanças o futuro dos profissionais do setor automotivo.
O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Itabirito, Robson Paulino, conta que a demissão de 800 pessoas da fábrica impactou a cidade. Para minimizar o impacto que isso traria, o Sindicato negociou com a Delphi, seis meses de cestas básicas, três meses de meio salário nominal e plano de saúde para os funcionários demitidos.

Fonte:  Estado de Minas

Blog: Na hora da crise acontece o cada um por si. Cada região e cada município defende  o seu interesse. Lamento por Itabirito e alívio para os vizinhos de Paraisópolis.

ER 

BRASIL, PRIMEIRÃO !

 
O custo médio da energia para a indústria nacional subiu 48% desde o início deste ano, alcançando R$ 534,28 por megawatt-hora (MWh), segundo atualização feita pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Com esse valor, o Brasil passou a ocupar, no mês de março, a primeira posição no ranking internacional dos 28 países mais caros no custo da energia para a indústria, superando a Índia e a Itália, que ocupavam as primeiras posições até então.
Entre os Estados brasileiros, o Rio de Janeiro ocupa o primeiro lugar, com custo médio de R$ 664,05 por MWh, seguido de Mato Grosso (R$ 640,87 por MWh).
O custo médio do gás natural para a indústria brasileira também subiu: 21% nos últimos quatro anos. As empresas pagam R$ 1,29 por metro cúbico do produto. Com isso, o Brasil ocupa a oitava classificação no ranking dos 16 países de gás mais caro para a indústria. É o dobro do registrado no México e mais de três vezes, ou 261% acima do custo dos Estados Unidos.
 
Fonte Firjan
 
Blog: O último que sair favor apagar a luz.
 
ER
 

CORRENDO O CHAPÉU

 
Os maus indicadores econômicos e consequente diminuição da receita dos municípios começam a ser o principal componente da pressão que prefeitos vêm fazendo sobre deputados e senadores para se reformular o modelo de distribuição de recursos da União para as cidades do país. Empenhados em não deixar secar a fonte de recursos de suas bases eleitorais, com as eleições de 2016 no horizonte, parlamentares têm atendido a esta pressão.
Declarou o Deputado André Moura, relator da comissão criada na Câmara para discutir o pacto federativo:
 
-  "Os prefeitos estão desesperados. Eles têm que mostrar trabalho. Pela crise econômica chegarão ao ano eleitoral sem conseguir cumprir as promessas e serão cobrados por isso".
 
É a vida...

Estadão - ER

PREMEDITANDO O BREQUE

Deu no Globo G1

Uma praça de esportes virou motivo de desavença entre os diretores e o atual prefeito de Muzambinho. O local, de propriedade do Estado de Minas Gerais, é administrado como clube há mais de 40 anos. Há sócios que pagam mensalidade, mas agora a prefeitura quer assumir a administração e tornar o acesso gratuito à população e o caso deve parar na Justiça.
Um vídeo gravado no último dia 13 deste mês pelo tesoureiro do clube mostra o prefeito da cidade, Ivan de Freitas, tentando tomar posse do local, sem as chaves do local. Nas imagens, é possível ver que ele chega a pedir um chaveiro para entrar no espaço.
“Eu estou procurando fazer tudo bem feito. Vai num chaveiro, manda o chaveiro vir aqui, para a gente entrar [sic]”, falou o prefeito na gravação.
Procurado, ele informou que a prefeitura tem direito a explorar o local. “Nós vamos recorrer judicialmente para reintegração de posse, porque aquilo pertence ao povo. O que eu quero fazer é abrir as portas para que lá tenha escolinhas, como já começamos a fazer, de vôlei, basquete, futebol, judô, karatê, capoeira, dança, dança dos idosos, natação”, declarou o prefeito, que negou que tenha deixado de pagar as contas do clube no tempo em que geriu a entidade.
O clube possui área de lazer, três campos de futebol, ginásio, piscina com toboágua e parquinho. Em um documento, de dezembro de 2013, a Secretaria Estadual de Esportes, ligado ao Governo de Minas, cedeu o uso do clube ao município por um período de cinco anos, mas a atual diretoria, que administra o espaço e cobra mensalidade de 260 sócios, contesta a transferência.
Segundo o atual presidente do clube, Trindade Escudero, desde 1973, ano da fundação do clube, é a diretoria quem tem a posse do local. Em 2014, eles até aceitaram dividir a área com a prefeitura, mas a parceria não deu certo.
“Abandonavam o clube depois dos eventos e nós do clube é que tínhamos que fazer a limpeza, com despesas nossas. Depois passamos a conta de água e luz para a prefeitura e só pagaram dois meses e isso rescinde, automaticamente, o termo de cessão”, disse
Por isso, depois de uma reunião, a diretoria do clube decidiu que não vai ceder o espaço para a prefeitura. Isso só vai acontecer caso haja uma ordem judicial. A direção ainda pede o ressarcimento do que foi investido no local ao longo das últimas décadas, ou seja, algo em torno de R$ 7 milhões.
“O prefeito disse que vai entrar com uma ação, então nós estamos aguardando essa ação para fazermos a defesa do clube e temos a convicção de que o judiciário não vai antecipar nada sem ouvir o clube da praça de esportes”, comentou o advogado José Roberto Del Valle Gaspar.
 
G1 - Toque do amigo Roberto.
 
Blog: Como andam as negociações da Prefeitura da terrinha e o ITC - Itajubá Tenis Clube ?
 
ER 
 







SÓ FALTA COROAR A RAINHA

Dilma não estaria apitando mais nada. Lula, Renan, Eduardo Cunha e Levy no comando.

Clarin da Boa Vista

segunda-feira, 30 de março de 2015

ESTAMOS LASCADOS


BREAK POINT

 
Inúmeros questionamentos sobre as férias do Prefeito Rodrigo Riera. Férias existem para serem gozadas, embora muitos aproveitem para negociá-las e receber em dinheiro. Oportunidade para cobrir parte do rombo do orçamento. IPVA, IPTU, material escolar e festas do final de ano provocam estragos.
O cidadão tem o direito de fugir uns dias e gastar o que é seu, onde e como quiser. E como escreve sempre um comentarista, ponto !
O que às vezes pega é a ocasião e a publicidade em cima do fato.
Imaginem neste momento crucial ora atravessado pelo país ( tratar como momento é puro otimismo), a Dilma ou algum assessor de linha de frente tira uns dias para jiboiar em Miami ?
Nunca aconteceria.
Imagino que face a brusca (esperada) queda do mercado, as diretorias e rh´s das empresas estejam reunidas para cumprir a regra número 1 do capitalismo: Em caso de retração do mercado, imediato corte de pessoal.
As empresas da terrinha têm matrizes ou filiais em outras localidades e a discussão interna é de quantas cabeças e de quais unidades fabris elas rolarão.
Todos da comunidade sofrem as consequências. Desde o demitido e sua família, quanto o comércio e os serviços.
O que se espera das autoridades, no caso diretamente o Prefeito e Secretário da Indústria e comércio, neste momento ?
Que visitem as empresas, discutam, apelem, negociem, rezem, implorem, para que os inevitáveis cortes sejam feitos em outras bandas.
As coisas não serão fáceis. A Helibrás, segundo a imprensa, levando um sonoro cano de quase US$ 500 milhões do governo federal. A Mahle chateada com a dispensa de sua Fundação do importante projeto de reerguimento da nossa Santa Casa e pior, com o aterro da várzea que poderá provocar enchentes na sua fábrica.
Sei não, talvez do sol de Key Biscayne, das pancadas do Nadal, da tranquilidade e persistência do Djokovic e da técnica do Federer, venha a inspiração.
É a vida...

ER

TROMBADA DE FRENTE


Deu no Site da Jovem FM

"Verdadeira confusão aconteceu ontem domingo de Ramos. Como todos os anos, a tradicional Procissão do domingo de Ramos, que sai da manhã da Capela do Colégio das Irmãs em direção à Matriz, para a Missa das 9, deu de frente, neste ano, com os participantes da Corrida de São José, que também estavam na mesma rua , a Xavier Lisboa , correndo em direção ao Colégio das Irmãs, o que ocasionou uma verdadeira confusão com os fieis da procissão que estavam na mesma rua se dirigindo para a Matriz. Uma infeliz coincidência."

Blog: Demonstra a total falta de diálogo e coordenação na terrinha. Alguns caminhando em busca da salvação e muitos correndo atrás da glória.
É a vida...

ER

sexta-feira, 27 de março de 2015

AGORA VAI !

 
PIB de 0,1%. Dilma chama tesoureiro petista de campanha para Ministro da Comunicação Social.

Clarin da Boa Vista

LEÃO GATUNO


quinta-feira, 26 de março de 2015

PRÁ PENSAR


Sobre o acontecido na Petrobrás, eu sinto vergonha. Vergonha.

Graça Foster

Blog: Eu também.

ER

MOÇA BONITA

Joana

PAPO FURADO


E PÕE MERDA AÍ RUI !


quarta-feira, 25 de março de 2015

SOLUÇÃO DE BAR

 
A conversa seguia alterada no Bar do Davi, na Boa Vista é claro. Palco de grandes debates o assunto em pauta hoje, de forma inédita, era unânime.
O Brasil estaria chegando no fundo do poço. O governo da Dilma caminha celeremente para entrar com um pedido de recuperação judicial.
Em poucos dias três auxiliares diretos, antigamente chamados de ministros, já forçaram saída. Dizem as más línguas que mesmo deixando a porta do seu gabinete entreaberta, o moço que serve o cafezinho passa direto e não oferece.
Todos sabem que um dos princípios inegociáveis da Boa Vista é a democracia. Impeachment em extrema necessidade e rigorosamente dentro dos ditames constitucionais.
Mudanças radicais são necessárias e esperar que a gaúcha Dilma renuncie é puro sonho.
Conversa vai e vem e de onde ninguém esperava nada surgiu uma possível saída.
Com toda a pompa e circunstância exigida pelo momento levantou-se o Moacyr, para os íntimos (todo mundo), Moaça, com um copo de Bohemia numa das mãos e um lambarizinho frito na outra.
- Temos uma saída democrática, que longe de representar um "terceiro turno", como dizem os petistas, significará até uma promoção para a Dilma e o PT. O povo exigirá, através de fortes manifestações de rua e apoio da grande mídia que o Congresso promova uma urgentíssima mudança na constituição.
Silêncio total. E prosseguindo:
- Temos que implantar a monarquia com a ascensão de Dilma como nossa Rainha. Pega bem:
Dilma I, a rainha do Brasil. Posição nobre e figurativa. Não mandaria nada e erraria pouco.
A democracia não seria agredida. Votaríamos todos no Moro ou no Joaquim Barbosa para Primeiro Ministro.
A conta foi pedida, dividida e paga.
Vamos para casa.

ER
      

MOÇA BONITA

Olga

ALÒ PROFESSORADA ! AQUELE ABRAÇO !

 
O governo de Minas Gerais estabeleceu um abono salarial aos professores do Estado (R$160,00) e garantiu que pagará o piso nacional até o fim do mandato, em 2018.
Em reunião do Grupo de Trabalho do Piso Salarial da Educação nesta terça, o secretário adjunto de Planejamento e Gestão, Wieland Silberschneider, garantiu às entidades sindicais que o Estado irá reajustar o piso ano a ano até atingir R$ 1.917,78, valor estabelecido nacionalmente.
 
Blog: Só falta o pessoal sentir saudade do Aécio e Anastasia.
 
ER

CAINDO PARA A SEGUNDA DIVISÃO

 
Deu no Estadão (Sonia Racy):
 
" Alguns acharão que é piada, mas agora é o Paraguai que está incomodado com o contrabando que entra no país vindo do Brasil e da Argentina. A ponto de já se falar, por lá, em escalar militares para fiscalizar a fronteira.
Pablo Cuevas, secretário executivo da Unidade de Combate ao Contrabando do Paraguai, vem analisando essa opção.
Uma delegação paraguaia, capitaneada pelo Ministro da Indústria e Comércio, Gustavo Leite, tem encontro marcado esta semana, em Brasília, para tratar do tema. "
 
É a vida...

ER


UMA SURRA ATRÁS DA OUTRA


terça-feira, 24 de março de 2015

MOMENTOS MÁGICOS


ASSUNTO RESOLVIDO !


Muito discutido na terrinha a alteração do número de vereadores da Câmara Municipal.
A vida toda (nos tempos modernos) tivemos 15 vereadores e tudo seguia normalmente.
Ah ! e vereador ainda não era considerado profissão. O cidadão tinha o mandato como um encargo. Uma prestação de serviço para a comunidade recebendo um salário simbólico.
Não me lembro a razão, o número foi adequado para 10 vereadores.
No ano passado ou retrasado, impulsionados por uma lei federal, a moçada aprovou a aumento para 17 vereadores.
Diga-se de passagem, sob barulhento e justificado protesto da "Transparência Itajubá".
Claro que significa elevação de custos.
Em passado recente, com as comunicações engatinhando, não acontecia a revoada de viagens a Belo Horizonte e tão pouco a existência de batalhões de assessores. Hoje temos celulares e computadores a dar com pau e o pessoal prefere cair na estrada, possivelmente, incentivados pelas famosas diárias.
Mas vamos ao interessa.
Os vereadores Santi, Dr, Ricardo e Wilson, face as mudanças de cenário, estão propondo que o assunto seja rediscutido na Câmara. Para que isso aconteça são necessárias, regimentalmente, quatro assinaturas.
Faltava uma. Digo, faltava, pois com este alerta creio que o Professor Rui irá assinar a lista.
Sempre fomos pelo número de quinze vereadores.
O Prof. Rui, mais de uma vez deixou claro ser essa a sua posição. Aceitou a escolha de 17 por uma questão de maior proximidade.
Tenho certeza, que dentro dos seus princípios, o meu amigo Prof. Rui, lutará para que o assunto seja novamente discutido, considerando o atual cenário político/econômico vivido pelo município, Estado e País.
Veremos.

ER

BOA PROVIDÊNCIA

 
Valeu ! Caminhando hoje pela Boa Vista (é claro!) depois de dias e mais dias (abençoadamente) chuvosos fui apresentado a uma simpática e bem instalada lixeira. Ficou muito bom.
Gostaria de ter mais chances de reconhecer bons trabalhos da atual Administração Municipal. Não entendo a razão, mas parece que não gostam de elogios. Talvez sintam mais fracos.
Sei lá.

ER 

AINDA TEMOS ESPERANÇA !

 
Pode um taxista revelar com um simples gesto algo sobre a crise desencadeada no Brasil, com o acúmulo de problemas econômicos e políticos, enquanto cresce o mar de lama da corrupção?
Não sei o que o taxista que me levou no sábado em São Paulo de um hotel para um restaurante, junto com três colegas do jornal, pensa sobre a crise política que deixa o país em estado de alerta.
Meu taxista – vou chamá-lo assim porque não sei seu nome – não disse uma só palavra durante os quase 40 minutos do trajeto. Mesmo assim acabou, com um gesto, que eu quis contar aqui, por revelar mais sobre as causas profundas da corrupção que envergonha o país e as pessoas de bem que dezenas de debates.
Do restaurante eu voltaria diretamente para o Rio, e por isso levei a mala no táxi. No meio do almoço, um dos meus colegas me disse: “Juan, a mala está com você?”. Não estava. Tinha esquecido no táxi. Dei-a por perdida. Como encontrar um taxista anônimo no meio dos 33.000 que circulam pela cidade de São Paulo?
Fizemos uma tentativa, ligando para o hotel, para o caso de por milagre o taxista tê-la devolvido. Não. Já procurando outro táxi para ir para o aeroporto, meu colega voltou a ligar, mesmo sem esperança, para o hotel. Surpresa. O taxista tinha voltado e deixado lá a mala, sem deixar seu nome nem um telefone.
Não sei se meu taxista tem filhos. Não sei se a cada noite, quando volta cansado de seu trabalho, como milhões de trabalhadores em todo o país, sem nem sequer conseguir viver confortavelmente, conta para seus filhos as peripécias do dia rodando pela cidade e ouvindo centenas de conversas.
Não sei se lhes contou a história da minha mala, que ele poderia ter levado para sua casa naquela noite como um presente. Se o fez, é possível que os filhos tenham lhe perguntado por que a devolveu. Nesse caso, estou seguro de que esses filhos dificilmente esquecerão, quando entrarem no perigoso rio da vida, o gesto de dignidade de seu pai.
Eu ainda não esqueci quando nosso pai dizia, há mais de 50 anos, para meus dois irmãos e para mim: “Dorme-se e morre-se mais tranquilamente com a consciência limpa.” Morreu muito jovem. Era um professor rural, um simples trabalhador, como meu taxista.
Quis deixar uma gorjeta para o taxista no hotel. Disseram-me que seria impossível localizá-lo. Por isso quis agradecer por seu gesto nesta coluna, que, com certeza, ele nunca vai ler.
Quero agradecer-lhe por ter me revelado, neste momento de crise e de desencanto, que a verdadeira saída talvez comece pela nossa própria conduta individual
Não lhe agradeço apenas por ter devolvido minha mala. Outros taxistas fazem isso até com malas cheias de dinheiro. Quero agradecer-lhe por ter me revelado, neste momento de crise e de desencanto, de perda de confiança em quem nos deveria dar exemplo de honradez profissional, que a verdadeira saída talvez comece pela nossa própria conduta individual.
Seu gesto de homem simplesmente justo e honrado, com respeito a sua consciência, ajuda-nos a lembrar que neste país hoje machucado e sobrecarregado pelo peso da corrupção política nem tudo ainda está perdido nem contaminado pela indignidade. Existem ainda não milhares, mas talvez milhões, de taxistas, de pedreiros, de professores, de funcionários públicos, de pequenos ou grandes empresários, jovens e idosos, pessoas famosas ou anônimas capazes de não renunciar à decência e à própria dignidade, que não são ladrões nem bandidos. Como meu taxista.
Se na história bíblica as corruptas cidades de Sodoma e Gomorra foram aniquiladas porque Deus não encontrou nelas sete homens justos, é certo que, apesar de tanta corrupção, há no Brasil não sete, mas milhões de brasileiros com as mãos e a consciência ainda limpas. Eles terminarão por devolver inclusive internacionalmente o respeito que este grande país merece. E o farão com seus protestos, com sua rejeição a uma classe política que parece ter se tornado indigna de ser guia do país. E com gestos de honradez pessoal como o do meu taxista  de São Paulo.
 
Juan Arias - El País

HERANÇA


MOÇA BONITA

Olivia

segunda-feira, 23 de março de 2015

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

John Wayne abraça Michael Ian, seu neto de 03 anos.(1971)


TE CUIDA LATORRACA !

 
Um projeto de lei sancionado neste mês em Pouso Alegre proíbe que obras inacabadas sejam inauguradas no município. De acordo com a nova lei, não poderão ser inauguradas obras que não preencherem as normas estabelecidas no Código de Obras e Edificações e também no Código de Posturas da cidade.
Além disso, também não poderão ser entregues obras que não tenham alvarás ou licenças de órgãos da União, do estado ou do município. Também entram nos critérios obras que estejam completas, mas que não poderiam ser usadas plenamente pelos moradores por falta de funcionários, materiais ou equipamentos. O município é quem vai aplicar e regulamentar a lei.
Entre os exemplos de obras públicas que o projeto de lei abrange estão hospitais, escolas, centros de educação infantil, unidades básicas de saúde e de pronto atendimento.
 
G1

PIRELLI IN BOX

 
A China National Chemical Corp (ChemChina) comprará a Pirelli, quinta maior fabricante de pneus do mundo, em um acordo de 7,1 bilhões de euros (aproximadamente 7,7 bilhões de dólares). O negócio colocará um dos símbolos da indústria manufatureira italiana nas mãos de chineses. O acordo foi acertado com os acionistas da Pirelli no domingo e é o último de uma série de aquisições na Itália por compradores chineses.
 
Web

MOÇA BONITA

Elza

domingo, 22 de março de 2015

ENTERRANDO FIOS

 
Continuo acreditando na ideia de revitalização do centro comercial. Digo, na ideia, uma vez que não sei se existem projetos. Croquis não valem.
Somos de opinião (expressa outras vezes) que sem tornar a rede aérea de distribuição elétrica (e telecomunicações) subterrânea, feio do mesmo jeito continuará.
O jornal Estadão, com referência a cidade de São Paulo, trata do assunto na edição de hoje. Interessante de ler.
Ficamos sabendo da existência do Decreto Municipal (São Paulo) 47.817 de 26 de outubro de 2006, que estabeleceu o Programa de Enterramento das Redes  Aéreas (Pera), determinando que 250 kms lineares fossem enterrados anualmente.
Desde lá foram enterrados somente 250 kms. Entre 2013 e 2014 foram enterrados 15 quilômetros.
Para variar, como acontece em todo o Brasil, o Decreto Lei  "não pegou)
O custo é alto. Além da substituição dos cabos e instalações, o que significaria, segundo a Eletropaulo, 30% dos custos, pesaria e muito, a parte de obras civis, como a construção de galerias, etc.
A Prefeitura quer que a Companhia de energia assuma todo o custo. A Companhia estaria disposta a assumir os 30% mencionados.
Absurdamente falam no valor de R$ 10 milhões por quilõmetro de linha enterrada. Em outras publicações falam em R$ 3 milhões/km.
Embora os tempos, financeiramente falando, sejam bicudos e as prefeituras tenham necessidade de vender o almoço para pagar o jantar, o assunto merece ser discutido.
Atentem que não falamos em enterrar toda a fiação aérea da cidade. Loucura. Mas tão somente o chamado centro comercial (calçadão, rua nova e Major Belo).
Entramos num campo que provoca arrepios na Prefeitura: Planejamento.
O assunto poderia ser discutido na Câmara Municipal, cujo presidente Santi, é engenheiro e já foi gerente regional da Cemig na cidade. Conhece o assunto.
A Unifei poderia participar dos estudos. Hoje não sei, mas em passado recente dominava a questão.
A Cemig terá que assumir as suas responsabilidades.
Os comerciantes terão que entender que só terão a ganhar com a transformação da região central num moderno shopping a céu aberto.
Lógico que alguns (muito fortes) não se interessarão. Se estão nadando de braçada com os varais pendurados nos postes, para que mudar ?
 
ER   

TERRA DE ZÉ MANÉ

 
Os dirigentes da Fifa estiveram reunidos esta semana na Suiça. Contentes com o lucro (atenção: lucro!) de mais de R$ 8,3 bilhões com a Copa do Mundo no Brasil.
Segundo o Estadão, a entidade máxima do futebol não está nem aí pela pindaíba em que se encontram os estádios, verdadeiros elefantes brancos, construídos pelo país afora.
Os dirigentes questionados pelo jornalista declararam, entre outras pérolas:
 
- Estádios vázios ? o problema é de vocês. 
- Não tratamos do Brasil na reunião.
- A Copa de 2014 é passado.
- Então ? não era contra a Copa do Mundo que as pessoas protestavam ?
- A realidade é que o problema é do Brasil e não do futebol.
- A Dilma fica até quando no poder ?
 
Lembrando: R$ 5 milhões é o prejuízo atual do Estádio Mané Garrincha (Brasília). Já o rombo da Arena da Amazônia (Manaus) é de R$ 2 milhões.
 
Dá até saudade do 7 x 1 .

ER 

TEMPO ESGOTADO


MOÇA BONITA

Penelope

sábado, 21 de março de 2015

CARAMBA !

Um suposto erro de procedimento no Hospital Escola em Itajubá deixou uma paciente careca. A mulher de 40 anos estava internada e teve toda a cabeça raspada por uma enfermeira. A paciente afirma que foi confundida, já que a cirurgia dela não seria na cabeça e sim na coluna, e a família vai entrar na Justiça pelo ocorrido. O representante do hospital afirmou que vai apurar o caso.
 
G1

MAS VÃO TER QUE DEVOLVER !

 

A Petrobrás é nossa e ninguém tasca !

Zé Dirceu

Clarin da Boa Vista

MOÇA BONITA

Natalie

UFA ! AINDA EM TEMPO

 
Resolvida a longa discussão sobre a maneira correta de colocar o rolo de papel higiênico. Prevaleceu o definido pela patente de 1891 do empresário de Nova York Seth Wheller, da Albany Perforated Wrapping Paper Company.
El Huffington Post

JÁ É ALGUMA COISA

 
Uma coisa tenho que dizer de mim próprio: cada vez me dou melhor comigo mesmo.

Millôr

sexta-feira, 20 de março de 2015

MOMENTOS MÁGICOS



Buena Vista Social Club - Compay Segundo.

Maravilha !

ER

CARTEL E PROPINA

Pergunta um conhecido:
 
 
 
-  Se existe um cartel de fornecedores, com definição antecipada de vencedores e preços, por que existe o pagamento de propina para os compradores ? 
 
- O comprador é informado antecipadamente sobre o vencedor da licitação e sobre a "camada de gordura" colocada como sobrepreço, normalmente de 1% a 5%.
O "vencedor" receberá uma Nota Fiscal, normalmente de serviços de consultoria, para pagamento da taxa.
Se não recolher, no tempo determinado o valor estipulado, não receberá autorização para entrega do produto a ser fornecido ou medição do serviço executado.
Simples.
 
- Cartelização só acontece nas grandes empresas estatais ?
 
- Dificilmente não existe em todos os fornecimentos públicos do país. Tanto em âmbito federal, estadual, como no municipal.
O que pode e ocorre, não muitas vezes, é a não existência de propina. Cartel existe até para fornecimento de material de escritório.
Propina pouca é chamada de agrado. Propina média e alta é justificada(?) para custear gastos de campanhas políticas.
 
- De quem é a culpa ?
 
- De todos os elos da cadeia, logicamente incentivados pela impunidade. 
 
É o Brasil.     
 
Viver é Perigoso

CÃES DE PAVLOV

 
"...Lembrei então dos Cães de Pavlov.
Ivan Pavlov era um médico russo que fez um experimento interessante cerca de um século atrás. Reuniu alguns cães e começou a condicioná-los. Cada vez que chegava com comida, Pavlov tocava uma sineta, até um ponto em que, mesmo sem comida, bastava acionar a sineta para que os cães começassem a salivar. Ficavam com a boca cheia d´água só de ouvir o sino. Pavlov desenvolveu a ideia dos reflexos condicionados.
Todos temos reflexos condicionados, a maioria deles naturais. Diante da visão de um cachorro rosnando com os dentes à mostra, imediatamente ficamos com os músculos tensos. Estamos condicionados a preparar a fuga ou o enfrentamento diante de uma situação de perigo. No cinema é assim também: de tanto assistir a filmes de suspense, estamos condicionados. Quando aparece aquela musiquinha, já preparamos o susto. O gato vai pular! Mas também podemos ser intencionalmente treinados a reagir de forma condicionada a determinados estímulos.
O que aconteceu com nossa relação com as mídias foi isso então, anos de condicionamento recebendo más notícias, quebrando expectativas, vivendo desilusões nos treinaram para o que somos hoje: uma sociedade desconfiada, cética, que sempre espera o pior. Quase não há mais espaço para o deleite, para curtir uma boa nova, para acreditar que alguém está fazendo algo bom. O otimista, o que acredita, o que confia no bom, no belo, no justo, é um otário.
Parece impossível baixar a guarda e simplesmente curtir, saborear a notícia boa e compartilhá-la para que, por exemplo, outros governadores também abram mão dos aumentos. Há que se buscar o sofrimento, pintar o pior cenário, dizer que aquela boa notícia não merece crédito.
Como Cães de Pavlov, estamos condicionados a babar.
Isso sim é que é herança maldita. "

LUCIANO PIRES

O COFRE !


LOGO A GENTE SE VÊ



19 DE MARÇO DE 2015.

MOÇA BONITA

Julianne Moore

É A VIDA...


Fidel se faz passar por vivo. Lula se faz passar por morto.

Tognolli

Viver é Perigoso

quinta-feira, 19 de março de 2015

MOMENTOS MÁGICOS


CANTINHO DA SALA

Itajubá

O PIOR DE TUDO

Comenta-se aqui e ali sobre discussões pessoais que andam acontecendo nas sessões ordinárias da Câmara Municipal. Apartes e desapartes sobre o já aprovado aumento do número de vereadores (deve ir dos atuais 10, para 17).
O pior de tudo:
O povo escuta comenta e não dá a "mínima bola" para a Câmara do Vereadores. Os próprios vereadores levaram a essa situação.
Pouco importa se são contras ou a favor dos projetos e ideias do Executivo. Fundamental seria que a Câmara agisse de forma independente cumprisse as suas funções.
Da Câmara atual, numa análise de momento, somente o Dr. Ricardo teria chance de ser reeleito. Talvez com menos chance, apareceria também o Eng. Santi.
Como dizem na Boa Vista, uma Câmara quase "café com leite".

É a vida...

ER 
 

BALANÇO DE ANIVERSÁRIO

 
Como sempre faz, o Prefeito Rodrigo Riera deu preferência para o Jornal Itajubá Notícias para uma entrevista. Como sempre, democraticamente, exclusiva.
Sempre empolgado e otimista o nosso Prefeito cometeu pequenos enganos e ligeiras contradições. Coisas de políticos.
 
Ao mesmo tempo que por responsabilidade com os recursos (embora, segundo ele, tenha recursos em caixa para fazer grandes shows), pela retração da economia do Brasil e pela falta de coerência do governo federal nos repasses, tem a consciência e a responsabilidade para segurar um pouco. Por outro lado a prefeitura é parceira e "vamos" realizar três grandes shows na Exposição Agropecuária agora no começo de maio.
 
Sobre a reforma da Praça Theodomiro Santiago (inauguração prevista no site da prefeitura para abril) ficará , se tudo der certo, para junho. Uma confusão danada. Projetos, arquitetos, águas fluviais (sic), CDL e ACIEI. Mas dinheiro tem (empréstimo do BDMG) e está em caixa .
 
A revitalização da Rua Nova e Calçadão. Recursos (empréstimo) da Caixa Econômica e emenda parlamentar do Dep. Dimas Fabiano. Projetos em andamento e deve dar partida em maios/15. A fiação subterrânea será por conta da Prefeitura. 
 
Obras do aeroporto foi paralisada por falta de pagamentos. Empreiteira  foi embora. Recursos e responsabilidade é do Estado. Tem cobrado o Dep. Ulisses e o Vice Governador (do seu partido). 50% obra concluida.
 
Tivemos um grande pai para Itajubá que foi o Dep. Bilac Pinto. Na proporção que o Bilac ajudou só o Aureliano fez por Itajubá. (não falou sobre a vinda dos lixos de novas cidades vizinhas para Itajubá, inclusive o de Santa Rita de Sapucaí)
 
Terá acesso mais fácil em Belo Horizonte através do Vice-Governador que é do seu Partido. Depois, através do Dep. Ulisses. Não culpa o Ulisses por ter recebido nenhuma emenda do Ulisses, nos últimos 4 anos. O Deputado estava na oposição. Tem esperança que agora, como homem forte do governo, ele irpa ajudar.
 
Sobre a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Indússtria e Comércio (sem titular), vem sendo tocada pelo próprio prefeito. Aliás, ele já tocava junto com o ex-secretário Ado Mauad. Por questão de economia alguns secretarios não foram nomeados. Deve nomear um secretario interino e depois de conversar com o Simmmei (grande parceiro da prefeitura) deve nomear um secretario.
 
O Prof. Rosinha é uma acertador de secretarias. Estilo o Anastasia foi no governo Aécio. É um sujeito que pode ser um oceano de conhecimento, porém com um palmo de profundidade. (?)
 
Existe a possibilidade do Secretário da Admistração Rodrigo Melo deve passar para a Defesa Social e o Secretário da Educação Robson (político mais próximo do prefeito) voltar para a Câmara Municipal. Profundas mudanças !
 
E segue a vida...
 
ER  

CONTA OUTRA !


PÁTRIA EDUCADORA


A indicação do Cid Gomes para Ministro da Educação deu uma boa ideia sobre as intenções do governo de priorizar a educação. Destemperado ao extremo, no mesmo estilo do seu irmão Ciro.
Numa missão suicida declarou umas poucas e grandes verdades sobre uma grande parcela da Câmara Federal: Segundo ele, constituída por 300 ou 400 "achacadores".
Foi destituído do cargo de ministro pelo todo poderoso Eduardo Cunha.
Ainda dentro da área, mesmo de forma enrolada, ficou esclarecido que o MEC recusou a inscrição da Unifei para criar um curso de medicina em Itajubá e imagino também, no campus de Itabira.
Para nós itajubenses não tinha como ser contrário ao projeto. Sonho de uma noite de verão.
A luta dos administradores da nossa Escola será sobreviver com o brutal corte de recursos feito pelo admirado (por eles) governo petista.

ER

NÃO FAÇO PARTE DESTA LAMA

O ex-presidente do Banco Central e proprietário do Gávea Investimentos, Arminio Fraga, e Fábio Roberto Chimenti Auriemo, acionista da empreiteira JHSF, apresentaram documentos que comprovam que suas contas estavam em situação legal em 2006/2007.
Arminio declarou suas contas e investimentos à Receita Federal e fez a comunicação correspondente ao Banco Central. Com documentos, ele afirma que não houve qualquer irregularidade.
Arminio mostrou  sua declaração de bens à Receita, referente ao exercício de 2006, em que aparecem suas contas e investimentos. Também mostrou a declaração de ativos no exterior, entregue ao BC. Os documentos comprovam sua afirmação. Ele disse ainda que informações compatíveis foram prestadas às autoridades dos Estados Unidos, pelo fato de ele ter dupla cidadania.
 
Não faço parte desta lama — afirmou.
 
O Globo
 
Viver é Perigoso


PACOTES


MOÇA BONITA

Sara