quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

NO CHÃO !


Banco do Brasil levanta informações, bloqueia e corta patrocínio à Seleção de Volêi.

Clarin da Boa Vista

SEGUIREMOS ADIANTE

Todo mundo acompanhou o noticiário sobre a entrega do Relatório Final da Comissão Nacional da Verdade.
O assunto foi comentado pelos principais jornais do mundo, com ênfase para as lágrimas da ex-guerrilheira urbana ou ex-terrorista (depende da visão do comentarista) Dilma Rousseff.
Abusos e excessos aconteceram e os fatos aí estão para provar.
A ditadura durou de 1964 até 1985. Segundo o relatório apresentado, somam-se 434 as pessoas mortas e desaparecidas.
O militares contestam a falta de isenção dos membros da Comissão da Verdade. Analisaram as perdas ocorridas de um lado só. Alegam que as vitimas fatais provocadas pelo movimento armado chegam a 120 pessoas.
Em boa hora foi aprovada a Lei da Anistia. O assunto encerrado não proibe estudos e levantamentos sobre o tema. Processos e eventuais condenações, de qualquer dos dois lados, sem possibilidades.
Surpreende a reportagem sobre o assunto publicada do jornal Clarin, da Argentina. Destacam a discrepância entre o número de mortos e desaparecidos durante as ditaduras na Argentina e no Chile. Na Argentina estimam em 30.000. No Chile, 3.200 mortos e 38.000 torturados.
Perdemos nós  todos.

ER  

FINAL DE LINHA


BRASIL : Passa-se o ponto !

Clarin da Boa Vista

CPI DA PETROBRÁS


CATEGORIA ESPECIAL

Com todo o respeito que todas as categorias de funcionários merecem, chama a atenção a quantidade e valores complementares pagos aos Senhores Juízes.
E mais. O assunto parece sagrado.
Não se vê, nessa época de contestações e busca de nivelamento de direitos, qualquer observação sobre os privilégios concedidos.
Bom seria se fossem considerados para todos. Quem não ficaria mais tranquilo com uma ajuda, sem descontos, de R$ 2.600,00 para auxílio saúde, de R$ 4.786,14 para auxílio moradia e meio salário ao ano para reembolso de compras de livros ?
Criou-se um temor, um medo inexplicável para comentar qualquer coisa desse tipo sobre os magistrados.
Não entendo. São pessoas sérias e preparadas em sua grande maioria. Mas nunca deixaram de ser gente como a gente.
Deu no jornal:
 
"Por unanimidade, os desembargadores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) aprovaram, na tarde dessa quarta-feira, uma resolução interna que estabelece valor mensal entre R$ 2.279,73 e R$ 2.659,96 para o custeio de gastos médicos de cada um dos cerca de 1,1 mil magistrados. 
O dinheiro corresponde a um auxílio-saúde, equivalente a 10% do salário bruto do beneficiário, e não incidirá sobre ele qualquer desconto de Imposto de Renda (IR) ou contribuição previdenciária. Além de o auxílio-saúde não sofrer qualquer desconto, o benefício não será incluído no cálculo do teto salarial, atualmente estabelecido em R$ 29.462,25, que é o vencimento dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em 9 de outubro, os desembargadores mineiros já haviam aprovado o pagamento do auxílio-moradia aos juízes e desembargadores no valor de R$ 4.786,14 mensais, independentemente de o magistrado ter imóvel próprio na comarca onde presta serviço. Esse valor também não está sujeito ao IR e contribuição previdenciária. (no mês passado, apenas oito desembargadores e 59 juízes da capital e interior abriram mão de receber o dinheiro).

Os dois benefícios foram garantidos pela Lei 135/14, aprovada pela Assembleia Legislativa neste ano. No entanto, para que as novas regras entrassem em vigor, era necessária a regulamentação por parte do próprio TJMG. A nova legislação alterou a Lei Complementar 59, de 2001, que trata da organização e divisão judiciárias de Minas Gerais e trouxe outros benefícios, como o reembolso de meio salário ao ano para custear livros e ajuda para transporte dos magistrados em caso de mudança para outra comarca. "

Outro Brasil.

ER


GRAÇA !

 
"...As circunstâncias fizeram de Graça Foster administradora de um caos que, até prova em contrário, ela não ajudou a causar. Mas o excesso de inocência, por inacreditável, acabou grudando na presidente da Petrobras não a estampa de uma gestora eficiente, mas a aparência de uma espécie de virgem de Sodoma e Gomorra."

Josias de Souza

MOÇA BONITA

Luana

ENQUANTO ISSO...

 
O Deputado petista, Marco Maia, relator da CPI da Petrobrás não irá indiciar ninguém, embora tenha admitido no relatório ter havido um superfaturamento de R$ 4,2 bilhões nas obras da Refinaria Abreu e Lima.
Quanto a aquisição da refinaria de Pasadena, no Texas, reconheceu a possibilidade de ter havido pagamento de propina a diretores da petroleira, analisou positivamente a compra da refinaria de Pasadena, no Texas.
Enquanto isso, o escritório de advocacia americano Glancy Binkow & Goldberg entrou com uma ação coletiva contra a Petrobras alegando possíveis violações de leis federais do mercado de capitais.
Esse foi o sexto escritório a abrir uma ação do tipo contra a empresa..
Também entraram com ações semelhantes contra a Petrobras os escritórios Wolf Popper, Rosen Law Firm, Pomerantz Law Firm, Brower Piven e Khan Swick & Foti (KSF).
Talvez fosse o momento propício para a Polícia Federal detonar a "Operação Congresso" e dar uma limpada geral na casa.

ER