sábado, 6 de dezembro de 2014

VAMOS JUNTOS OU SEPARADOS ?

Ficamos sabendo pelo jornal O Sul de Minas que a possibilidade da terrinha ter um curso de medicina federal foi salva pelo empenho direto do Reitor Dagoberto e do Professor Paulo Waki, também Vice-Reitor.
O soberano Conselho (Consuni) por pouco não enquadrava o Projeto no chamado arquivo Cesto.
Pois bem, na ampla reportagem feita pelo jornal ficou estabelecida para mim e creio que também para outros leitores, uma meia dúvida:
Todos são sabedores que a Universidade busca a implantação do Curso de Medicina em Itajubá e no Campus de Itabira. Por lá o assunto foi abraçado pelo Prefeito Municipal, Sr. Damon Lázaro de Sena e pela comunidade. Por aqui, hoje certamente pela maioria do Conselho e por grande maioria da comunidade.
Ao declarar que está esperançoso que o Prefeito de Itajubá, Rodrigo Riera, faça como o seu colega de Itabira e também  acompanhe a caravana que irá até Brasília entregar o Projeto no MEC, o Professor Dagoberto nos deixou com a "pulga atrás da orelha".
O Prefeito teria que ser convencido das razões para lutar pelo curso ? Não estaria o Administrador da Cidade de Itajubá feliz com a iniciativa ?
Existiria algum impedimento político partidário ?
Nada como falar sobre o assunto e eliminar todas as preocupações.
Como afirmado acima, a dúvida é só meia.

ER

CANTINHO DA SALA

Raoul Dufy - França - Bouquet de Roses (1940)

NÃO SABE DE NADA


MOÇA BONITA

Alina

AGORA VAI !

Deu no Site da Jovem FM, que aconteceu na terrinha, nas dependências da Associação Comercial, importante reunião esta semana para tratar de uma "novidade":
Revitalização do Centro Comercial da Cidade.
Superada a fase inicial, na qual os dirigentes entenderam que "revitalizar" o centro comercial seria ocupar a Rua Nova (mais importante avenida do comércio) com uma espécie de UPP (unidade de polícia pacificadora), tomando vagas de estacionamento e tornando tensa a movimentação dos transeuntes, resolveram estimular os empresários a embelezarem as lojinhas.
Chamaram especialistas do Sebrae para a tradicional injeção de ânimo.
Financiamento a custo reduzido para os investimentos não vai faltar.
É a vida...quem não precisa vez por outra de um tapinha nas costas, um estímulo e um simples "vamos lá que ainda dá".
Logicamente, como é do conhecimento geral, se não for programado para acontecer após o falatório um coquetel com salgadinhos, a frequência se torna baixíssima. Teve coquetel.
Como tem sido praxe, o Prefeito anunciou as datas para término das obras na área de comércio. Os críticos de plantão dirão que ficaram estabelecidas "sine die" para:   
 
• Praça Theodomiro Santiago - conclusão em abril de 2015.
• Calçadão e Praça Wenceslau Braz - conclusão em setembro de 2015.
• Rua Nova - início em março de 2015 e conclusão em novembro de 2015.

Possivelmente para compensar a derrubada de árvores ocorrida na Praça Theodomiro Santiago, providencias estão sendo tomadas para que nenhum pinheiro seja abatido e usado como símbolo natalino.
 
Ainda sobre o mercado:
 
Sobre o simples detalhe de esforços concentrados para manter e aumentar o número de empregos no setor industrial, tempos com discursos não devem ter disperdiçados no encontro.
Já a elevação de empregos no setor de serviço, está sendo meticulosamente controlada com a elevação de impostos. 
 
Abordagens e questionamentos sobre a "Lei Peter Rennó" que trata de taxação de fachadas passou batido.
 
As expectativas do pessoal é de que o Natal não será só de orações. Acontecerão também alguns cânticos.
 
ER 

SÁBADO BLUES