terça-feira, 4 de novembro de 2014

PÁGINAS AMARELAS

 
Interessante a entrevista concedida pelo Sr. Miguel Henrique Otero, proprietário do jornal venezuelano "El Nacional" para a Veja.
Pressionado pelo governo Nicolás Maduro, o diário corre sério risco de fechar. Entre outras comparações, ele cita:
 
"...O Brasil está seguindo a tendência de uma parcela da América Latina de caminhar em direção ao populismo autoritário. Esse modelo começa confrontando o setor privado e logo passa a transbordar rumo à liberdade de expressão e aos direitos humanos. O populismo autoritário também tem como característica a intenção de seus líderes de perpetuar-se no poder. Procuram conseguir o apoio popular com políticas que distribuem à população comida e dinheiro. O problema é que essa política não gera riqueza. Com os benefícios, o povo pode até momentaneamente acreditar que sua condição melhorou, mas o fato é que permanecerá pobre, porque não terá boas opções de emprego e a economia ficará estagnada. Nas estatísticas, eles deixam de ser considerados pobres porque recebem salário ou ajuda financeira adicional, mas a longo prazo a ascensão social é nula..."
 
Blog: Todos sabem que a venezuelização do Brasil é o sonho de 10 entre 9 petistas. Aqui não, violão.
 
ER
 

MOMENTOS MÁGICOS


ÍNDICES RUINS


MOÇA BONITA

Diane