quinta-feira, 16 de outubro de 2014

CONTRA A DITADURA POR OUTRA DITADURA

Dilma Vana Roussef Linhares, nasceu em Belo Horizonte em 14/12/1947. Ingressou na Polop - Organização Revolucionária Marxista Política Operária, quando estudava Economia na UFMG. Foi recrutada pelo noivo Claudio Galeno de Magalhães Linhares e militou em BH.
Com as primeiras prisões em BH, foi com o, já então marido, para o Rio de Janeiro, em fevereiro de 1969, onde integrou a Colina - Comando de Libertação Nacional. Ensinou marxismo para uma célula (quatro militantes) do setor operário. Escreveu artigos para um jornal interno do movimento e ajudou na infraestrutura de algumas ações armadas (três assaltos a bancos).
Foi para a direção da Colina.
Participou do Congresso quando o Colina e a VPR criaram a Var-Palmares.
Separou-se do marido (exilado em Cuba) e se tornou companheira de Carlos Franklin Paixão de Araújo.
Dilma foi presa no dia 16/01/1970, em São Paulo. Numa armadilha montada pela polícia foi detida por estar armada.
Sofreu torturas.
 
ER

ABOBRINHA


"No debate na televisão, eu vi um candidato dizer: 'o meu governo é o governo da decência e da competência'. Eu fico imaginando que decência e que competência se um dia ele foi parado as 3 da manhã na rua do rio de janeiro e se recusou a colocar a boca no bafômetro pra saber se ele tinha bebido ou não", disse ainda o ex-presidente, sem mencionar o nome de Aécio.
 
Lula (comício ontem no Pará)
 
Blog: Comentário de um estadista.
 
ER

TUDO MENOS ISSO


Hoje, comecei a ler na internet o Editorial do Jornal Itajubá Notícias. Digo, comecei a ler e parei espantado com a menção :
"...o bizarro Carlos Lacerda"
Carlos Frederico Werneck de Lacerda, simplesmente, Carlos Lacerda, nasceu no Rio de Janeiro em 1914. Tomou o barco em 1977.
Foi um dos maiores jornalistas do país. Com certeza, o político mais importante deste país.
Dizia ele: "Não sou político. Não passo de um jornalista que faz o papel de político para substituir as estrelas enquanto faltam atores."
Foi comunista quando jovem, aliás, seu nome foi dado como homenagem a Karl Marx  e Friedrich Engels.
Era da UDN e foi Vereador, Deputado Federal e Governador do Estado da Guanabara (considerado por muitos, o melhor).
Foi fundador (1949) e proprietário do jornal Tribuna da Imprensa e criador em 1965, da editora Nova Fronteira. Um colega de redação afirmou:
- “Nunca vi uma pessoa tão extremada e tão apaixonada pela vida. Tudo nele era grande: as qualidades e os defeitos... Idealista, com o entusiasmo próprio da juventude, era tão absorvido com o seu trabalho na “Tribuna” que às vezes sequer ia para casa, dormia na redação em cima das mesas forradas com jornais”.

A “Tribuna” só tinha 12 páginas, vendia 19 mil exemplares, mas, tendo Lacerda como líder, derrubou governo, fez e aconteceu.
Caso estivesse vivo nos dias de hoje, estaria repetindo a mesma frase que disse certa vez sobre o Presidente Jânio Quadros e serviria para muita gente:
- “Nunca vi um político brasileiro mentir tanto a tanta gente em tão pouco tempo.
O "Itajubá Notícias" poderia colocar no seu próximo número, referenciando o editorial citado, a observação "erramos".
Finalizando, atentem para o seguinte, também dito pelo Carlos Lacerda: 
 - “Eu não tenho mais tempo para fazer novos amigos e eu quero conservar os que tenho.
 
Obs: Leiam o livro "Depoimento" de Carlos Lacerda - Editora Nova Fronteira (li em 1978)
 
ER 

TEMPOS MODERNOS

Ouvido hoje na fila do Banco do Brasil:
 
- Querida, depois de muito tempo encontrei hoje na Rua Nova a Dagmar.
 
- Não acredito ! Desde os tempos de solteira que não a vejo. Como ela está ?
 
- Casada, morando em Curitiba e com três netos.
 
- Não, quero saber como ela está, digamos assim, fisicamente ?
 
- Parece que já esteve um pouco para cima e depois um pouco para baixo. Mas sinceramente, acho que está no mesmo patamar.
 
- Tudo bem, mas com viés positivo ou negativo ?
 
- Minha filha, nesta altura do campeonato, no quesito físico, comentários sobre viés positivo, só vindo de filhos, marido, netos, mães ou pais ou de mentirosos.
 
É a vida...

Viver é Perigoso

CORRIGINDO INJUSTIÇA


MOÇA BONITA

Candice

A LUTA CONTINUA


Chico seguindo para a concentração e comício da Dilma. Em Paris, é claro.

ER

CANTINHO DA SALA

Zao Wou-Ki