domingo, 20 de julho de 2014

OUTRO QUE PARTE



O trompetista Lionel Ferbos, conhecido como o mais antigo músico de jazz de Nova Orleans, tomou o barco, ontem, aos 103 anos.
Ferbos permaneceu ativo após atingir um século de vida e se apresentou pela última em março, no canal CBS.
Músico consagrado,  Lionel tocou com bandas de jazz na região de Nova Orleans e com o apoio da cantora de blues Mamie Smith, tocava na Fats Pichon Band. O músico também trabalhou como operário para o governo em 1930, enquanto tocava na banda de jazz WPA, da qual era último membro vivo.
Durante a carreira ele fez oito turnês pela Europa, com a New Orleans Ragtime Orchestra, que ele ajudou a fundar. Também liderou a Palm Court Jazz Band por mais de duas décadas. Ferbos, que trabalhou por muitos anos como metalúrgico, também foi membro da banda de palco do musical "One Time Mo” de Vernel Bagneris, em 1979. 
O músico comemorou seu aniversário na quinta-feira, 17. Ele morreu em sua casa, em Nova Orleans.

Estado

ER

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Tarzan e família

NÚMERO DA MENTIRA

 
Tudo a ver: Dunga faz lembrar os sete anões. Sete faz lembrar a seleção. 

Clarin da Boa Vista.