sexta-feira, 18 de julho de 2014

SOB A LUZ DE VELAS



Sempre lutei do lado certo e perdi todas as batalhas.

Antônio Callado

MOÇA BONITA

Catherine

O MELHOR MARKETING

Deu na Folha:
 
Faz sucesso nas redes sociais um panfleto com quatro motivos para o eleitor do Rio votar no desconhecido Tarcísio Motta (PSOL) para governador:
Ao argumentos são simples:
 
Ele não é o Garotinho.
Ele não é o Crivella.
Ele não é o Lindberg.
Ele não é o Pezão.
 
Em tempo, Motta é professor do Colégio Pedro II.
 
Folha
 
Blog: Perguntaria eu: Mais motivos seriam necessários ?
 
ER

O ABACAXI ADOCICOU

 
"...Até que chegou o dia da convenção do Partido, quando o Prefeito, Coronel Ormino, indicaria, finalmente, o nome de seu candidato às eleições. Muito falatório no salão lotado. Vozes esganiçadas de velhas comadres fazendo contraponto com pigarros cavernosos. Tensão no ar, entre nuvens sufocantes de grossos palheiros.
O velho Coronel, cabelos brancos esvoaçantes, levantou-se para a indicação ansiosamente esperada:
- Prezados amigos e correligionários. A administração municipal para aqueles que estão à distância, parece fácil e gratificante. Mas infelizmente, não é verdade ! Eu diria que é tarefa das mais espinhosas, exaustiva e sem atrativos. Todo os dias é a mesma coisa. Falta dinheiro, excesso de problemas, reclamações improcedentes, funcionários indolentes, que só se interessam pelo salário no final do mês. São contas atrasadas, obras inacabadas, dezenas de pedidos de favores, bando de puxa-sacos com assuntos inoportunos. Verdadeiro purgatório ! Por isso, meus prezados amigos, pela experiência vivida, tenho a satisfação de indicar como meu candidato o Manuel Assis Lucena !
Um ooohhhh!!! prolongado da plateia quase interrompeu as palavras finais do velho Coronel:
- Pois, para pegar um mandú desses, que é essa porcaria de Prefeitura, só posso indicar o meu adversário político a quem sempre desejei o pior dos abacaxis ! Tenho dito ! "
 
Trecho do imperdível livro "Minas de Estórias Dessas Gerais", do Fernando Brandão, engenheiro itajubense"
 
Blog: Os tempos mudaram. O pessoal pega e não quer largar mais. Deve ter ficado bom.
 
ER 

COLOCAR NO CHÃO É O NOSSO NEGÓCIO


Ouvido ontem na Boa Vista

- Ô Cumpadre, o que você está achando dessa intervenção, tipo blitzkrieg, da prefeitura municipal no Bairro da Boa Vista ? Irão asfaltar a histórica Miguel Braga, estão abrindo uma passagem no Sambódromo com saída na , não menos histórica, Rua Jayme Riera.
Vai acontecer um enorme movimento de carros.
 
- Pois é...estamos correndo o risco de perder a identidade tão duramente conquistada. Mas fazer o quê ? Mas de moderno não tem nada. Nos anos 50 Juscelino já dizia que progresso era abrir e asfaltar estradas. De uma coisa tenho certeza: Essa intervenção é do interesse de Itajubá e não do interesse da Boa Vista permitida por tratados assinados no passado.
 
- Cumpadre, e se eles conseguirem mais empréstimos e resolver desapropriar o prédio  da família do Deputado Ulisses na Miguel Braga, avançar com a nova avenida, estendendo a Miguel Viana no Morro Chic e Jayme Riera na Boa Vista, passando pela Felipe Pizzuto e com nova Ponte sair lá na BR-459, em frente a Faculdade de Economia ? A Igreja São José correria o risco de ser demolida ?
 
- Creio que não. Não pela Igreja, mas pelo palco do Parque de Exposição. Aquilo lá é sagrado. Quantas duplas universitárias já cantaram lá ? mas trata-se de uma ideia interessante. Ligariam o Asilo direto com o Hospital
 
- É faz sentido.

ER



  

DATAFOLHA