domingo, 29 de junho de 2014

PENHORA

 
Na eminência da declaração de calote técnico, Argentina teme a penhora dos passes do Messi, Di Maria e Aguero.

Clarin da Boa Vista

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
Há muito jovem por aí apregoando novidades. Mas só quem pode reconhecer o que é uma novidade são os mais velhos.

Millôr

ADIOS MÉXICO !


PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Marlon e Juscelino Kubitschek, no set no set de filmagem de “O Grande Motim”.  Los Angeles, 1961

COTAS

 
 
Datafolha comprova que "elite branca" é maioria nos jogos da Copa. Governo estuda lei emergencial estabelecendo cotas.

Clarin da Boa Vista


DEPOIS DO JOGO COM O CHILE


PRÁ PENSAR

Pátria

Escrito por Guerra Junqueiro em 1896.

Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas; um povo em catalepsia ambulante, não se lembrando nem donde vem, nem onde está, nem para onde vai; um povo, enfim, que eu adoro, porque sofre e é bom, e guarda ainda na noite da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional, reflexo de astro em silêncio escuro de lagoa morta.

Uma burguesia, cívica e politicamente corrupta até à medula, não descriminando já o bem do mal, sem palavras, sem vergonha, sem carácter, havendo homens que, honrados na vida íntima, descambam na vida pública em pantomineiros e sevandijas, capazes de toda a veniaga e toda a infâmia, da mentira a falsificação, violência ao roubo, donde provem que na política sucedam, entre a indiferença geral, escândalos monstruosos, absolutamente inverossímeis.

Um poder legislativo, esfregão de cozinha do executivo; este criado de quarto do moderador; e este, finalmente, tornado absoluto pela abdicação unânime do País. A justiça ao arbítrio da Política, torcendo-lhe a vara ao ponto de fazer dela saca-rolhas; Partidos sem ideias, sem planos, sem convicções, incapazes, vivendo todos do mesmo utilitarismo céptico e pervertido, análogos nas palavras, idênticos nos atos, iguais um ao outro como partes do mesmo zero."

Blog: Até parece que escreveu ontem.

ER

MOÇA BONITA

Torcedora mexicana