quarta-feira, 28 de maio de 2014

POR QUE NÃO AQUI ?

 
Em São Sebastião do Paraiso, o juiz Osvaldo Medeiros Neri aceitou o pedido do Ministério Público e proibiu qualquer tipo de evento no Parque de Exposições.
O promotor Luis Augusto Belloti alegou que o barulho dos shows ficava acima dos 50 decibéis previstos em lei. As medições foram feitas pela Policia Ambiental e registradas em boletins de ocorrência. Os responsáveis pelo parque já haviam sido notificados que descumpriam a lei.
Na ação o juiz também decidiu que o município não poderá apoiar, incentivar, promover ou autorizar a realização de nenhuma festividade no local. A pena é de R$ 5 mil por hora caso a determinação seja descumprida.
A diretoria do Sindicato dos Produtores Rurais, responsável pelo Parque de Exposições, está preocupada com a decisão judicial, já que ocorre no local todos os anos a tradicional exposição agropecuária. A festa, que conta com quatro dias de shows, está marcada para outubro e corre o risco de ser cancelada. Outra preocupação é com os contratos já feitos com artistas e organizadores de festas.
O advogado do sindicato, Sérgio Aparecido Gomes, informou que já entrou com recurso no Tribunal de Justiça de Minas Gerais.
 
G1
 
ER

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
Sempre que algum amigo assumia cargo importante ele não saia do seu lado. Sabia como é terrível a solidão do poder.

Millôr

INSTITUTO PADRE NICOLAU

 
Pelo que dizem a tratativa é oficial. A Prefeitura está negociando o aluguel do Instituto Padre Nicolau. Estudam a possibilidade de reunir em um só local, diversos órgãos que estão espalhados pela cidade.
O aluguel estaria na faixa dos R$ 50 mil.
Desde que signifique economia e praticidade, nada de mais.
Por culpa dos políticos,  a falta de informações, transparência, "vai não vai" e seguidas "pisadas de bolas", acaba tornando polêmico qualquer projeto público.
O que ninguém fala ? O Instituto Padre Nicolau estaria fechando as portas ? Na realidade, o que funcionaria hoje lá ?
Poucos sabem, mas para aprovação da criação da Faculdade de Medicina de Itajubá, nos anos 60, o IPN foi apresentado como sendo suas instalações, num lance de mestre dos criadores da Faculdade.
Local ideal para uma escola.
Em tempo:
Edificação construída em 1951, idealizada pelo Pe. Agostinho Pickard.
Inicialmente foi utilizada como escola de jovens católicos (meninos). Posteriormente foi utilizada como seminário, em 1957. Em 1960, foi construída uma capela anexa para atender ao seminário.
A capela foi aberta à comunidade em 1975, tem capacidade para 300 pessoas. 
 
ER

CADEIA É POUCO

Fundo Soberano é um fundo de investimentos controlado por Governos nacionais, para aplicar em países estrangeiros. Seu objetivo é aproveitar sobras de recursos e, com os rendimentos, garantir projetos futuros. A Noruega, por exemplo, criou um Fundo Soberano para aplicar a renda do petróleo, com o objetivo de fortalecer a Previdência Social (com o envelhecimento da população, há mais gente para receber e menos para pagar) e garantir a prosperidade do país quando não houver mais rendimentos das jazidas petrolíferas do Mar do Norte.

O Brasil criou nosso Fundo Soberano em 2008, quando começou a crise da bolha imobiliária americana. Objetivo declarado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega: financiar empresas brasileiras que investissem no Exterior. E como foi usado até agora? Um bom exemplo: o Fundo Soberano do Brasil comprou R$ 12 bilhões em ações da Petrobras. Pagou R$ 29,65 pelas ações ordinárias, com direito a voto, e R$ 26,30 pelas preferenciais, sem direito a voto. As ações despencaram - azares de mercado. Mas, no momento em que atingiram seu nível mais baixo, dois anos depois, o Fundo Soberano vendeu tudo. Comprou na alta, vendeu na baixa e perdeu R$ 4,5 bilhões. Do seu, do meu, do nosso dinheiro.

É prejuízo de uns dois bilhões de dólares. De deixar Pasadena com vergonha.
 
Carlos Brickmann