quarta-feira, 7 de maio de 2014

TOMOU O BARCO

Com o Sr. Dito em primeiro plano

 UM ITAJUBENSE EMPREENDEDOR

Tomou o barco hoje na terrinha, o ex-prefeito Benedito Pereira dos Santos. Um dos maiores empreendedores da história de Itajubá.
Sem dúvida alguma. 
Imaginem Itajubá sem o Sr. Benedito Pereira dos Santos, mais conhecido como Sr. BPS. O antigo Pinheirinho e a Chácara do Dr. João Luis continuaria sendo uma enorme várzea. Da Pneusul adiante um brejão, com água dando pelas canelas. Vivos, só saracuras, garças, rãs, sapos e cobras. 
E a UNIFEI ? Estaria até hoje empinhocada ao lado da matriz ? E Forum ? E o Rebourgeon e os bairros adjacentes ? 
Tive a honra de conviver por mais de vinte anos com o Sr, Dito, mesmo, durante todo esse tempo, em campo político divergente.
Ele foi PFL e leal companheiro do Dr. Aureliano Chaves durante anos e anos.
Levou-me para a "Irmandade da Santa Casa", onde com outros companheiros e sua filha Helena, um bom trabalho foi realizado. 
Por ocasião de duas eleições ele convidou e insistiu para que eu saísse como seu vice. Não deu.
Em 2004, numa disputa acirrada, disputamos a Prefeitura de Itajubá. O Sr. Dito foi o vencedor. Continuamos sempre com um relacionamento cordial e respeitoso.  
Tudo bem. Com fama de duro nos negócios, de mão fechada ao extremo, rude nas palavras e no trato, mas e dai ? Ganhou muito dinheiro nos negócios ? Sim, o sistema é esse. 
Autoridade ? Sim, mesmo de maneira próximo do inflexível.
Adversário político ? Sim, quase sempre. 
Na minha visão, O Sr. BPS fez muito mais por Itajubá, fora da política, do que dentro dela. Fez muito mais como empresário e cidadão do que como Prefeito. 
Finalizando, o Sr. BPS voltou (seus negócios no ramo de engenharia eram fora) para uma Itajubá, com 50.000 habitantes e teve visão suficiente para imaginá-la com 80.000. 
É uma verdade. Transformou fisicamente Itajubá, dentro das regras do jogo.
De enorme valor.
 
Postado no Blog em novembro de 2009 (atualizado)

ER

MOÇA BONITA

Marianne

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

 Claudia Cardinale - Roma, 1959 (Foto Graziano Arici)