quinta-feira, 24 de abril de 2014

SOB A LUZ DE VELAS

 
Os amigos têm de ser inúteis. Isto é, bastarem só por existir e, maravilhosamente, sobrarem-nos na alma só por quem e como são. O porquê, o onde e o quando não interessam. A amizade não tem ponto de partida, nem percurso, nem objetivo. É impossível lembrarmo-nos de como é que nos tornámos amigos de alguém ou pensarmos no futuro que vamos ter.
A glória da amizade é ser apenas presente. É por isso que dura para sempre; porque não contém expectativas nem planos nem ansiedade.

Miguel Esteves Cardoso

É DISCO QUE EU GOSTO


DEVAGAR QUASE PARANDO

 
Passados 22 anos, o STF absolve Collor. Na próxima semana deverá ser iniciado o julgamento de Joaquim Silvério dos Reis, acusado de ter traído a Inconfidência Mineira. 
 
Clarin da Boa Vista 

SUJÔ !


PRÁ PENSAR

 
Marco Civil na Internet. Ainda não sei se é bom, ruim ou mais ou menos. Mas o esforço da Dilma e do PT dispendido na sua aprovação, naturalmente, leva-nos a posicionar na defensiva. 
 
John Chair

MEMÓRIA CURTA

Deu no site da rádio Jovem FM
 
Em solenidade realizada na tarde ontem, 15:30, na sede da Cabelauto, foi assinado o Termo de compromisso entre a Prefeitura Municipal de Itajubá e a Plasinco Empreendimentos e Participações Ltda , para a construção do Teatro Municipal.
O documento resultado do Projeto de Lei, de doação com encargo, do prédio da antiga Cabelte, determina que , em troca da doação do prédio, a Plasinco, holding do Grupo empresarial, se compromete a construir em frente do prédio do Centro Administrativo da Prefeitura o Teatro Municipal, no lugar do prédio do almoxarifado que ali foi construído na Administração BPS, e que já foi demolido.
O valor para efeito de doação foi de R$ 5,5 milhões de reais.
 
Blog: Como isso se tornou possível ? Graças a um cuidado especial tomado na época da vinda das empresas portuguesas para Itajubá. A Administração Municipal, a Câmara Municipal e o grupo de entidades (Unifei/CDL/ACIEI), cuidaram para que constasse do Contrato de Cessão da área, a cláusula (pioneira) que reverteria para o município, caso os compromissos de geração de empregos, faturamento e tempo de funcionamento não fossem cumpridos pela empresa, não só o terreno cedido, mas todas as benfeitorias construídas sobre ele (não foi uma negociação fácil).
Foi o que aconteceu e está acontecendo agora.
Ninguém fez nada de mais e nada de menos. Simplesmente foi cuidado do interesse da cidade.
Nos dicionários e googles pesquisados em Itajubá inexiste  a palavra reconhecimento.
É a vida.
 
ER

LUFADA DE AR PURO

 
Quando tudo parece perdido, surge uma leve brisa, não sei ainda se dando esperança ou prolongando a sobrevivência.
A cara de pau sem limites do Sr. Renan Calheiros obedecendo a ordem do Sr. Luis Inácio e companheiros, tentaram melar o legítimo direito da minoria de pleitear a instalação de uma CPI para salvar a Petrobrás.
A Ministra Rosa Weber, do STF, não teve alternativa a não ser proteger a Constituição e ordenar a oficialização de Comissão de Inquérito que, exclusivamente, investigue o descalabro imposto na Petrobrás.
Que se criem outras comissões para investigar outros absurdos que andam ocorrendo no país.
Ainda que a decisão da Ministra ainda tenha que ser submetida ao Plenário do Supremo Tribunal, onde se alojam, como todos sabem, homens leais ao petismo, assistimos e sentimos uma lufada de ar respirável no ar.
Temo que após as investigações, cheguem a conclusão que o Deputado André Vargas, no sistema, funcionasse apenas como um "aviãozinho", um oficce-boy, uma pequena peça.
Veremos.

ER